Walmir Passos: Espelhos d’alma Se mil vezes em...

Espelhos d’alma


Se mil vezes em sorriso os lábios mentirem
Os olhos lhos revelarão.
Olhos são espelhos d’alma ligados ao coração...

Os olhos não envelhecem...
Só perdem o seu brilho...

Vermelho — guerra...
Branco — paz...
Verde — a esperança
Que foge ao meu olhar...

Pode o poeta não viver da poesia...
Não pode o poeta, viver sem a poesia..

Do firmamento a letargia...
Da criação a poesia...

Quanto mais se aprende
Mais descobre o quão ignorante...

A seda é linda e ofuscante;
Porém, fraca como a ilusão
A realidade é feia e opaca;
Porém, forte quanto o algodão

Não posso mudar o mundo
Mas posso transformar os que vivem à minha volta...
E, o mundo é feito de voltas...

Ignorante é quem mete o nariz onde não lhe compete
Criticando sem conhecer...
O ignorante é que sempre empobrece
A riqueza que é o saber...

A desonestidade pode trazer riquezas...
Porém empobrece a alma
Quem dera a esse poeta louco
No auge de sua “embriaguez...”
Conhecer o imo de um louco
No auge de sua “lucidez”

A vida é uma mistura heterogênea
Onde as doses devem ser limitadas
De acordo com a realidade atual...

O beija-flor dourado
Beija a flor nos lábios
Beija-flor dopado
Beija-flor domado

Da política...
Mudam-se os pintores...
E, a paisagem é a mesma...!

Me embriaguei com a felicidade
Acordei com a realidade
E o gosto amargo da ilusão...

Será que...
Será que não estou matando meu semelhante...
Será que não o faço sofrer a todo instante...
Será que não lhe esmago sendo um gigante...
Será que não faço com que viva sem horizontes...
Será que não estou sendo um cego inobservante...
Reflita...
A pior das mortes é aquela que mata aos poucos...
É silenciosa porém, torturante...
Ela não destrói os órgãos, mas lesiona os sentimentos.
Será que não estou sendo um homicida nesse momento...

Nunca deixes de procurar a sabedoria nas palavras de outrem
Porém, não a propagues com afoites para o mundo...
Pois muitas vezes a sabedoria é o disfarce da loucura.



Ouçam o alvoroço
Mas saibam que só no silêncio
Encontrarás a verdade...

Se caíres do cavalo galopando pela estrada da vida
Retomes sua cavalgada à trote!

De nada vale ter um tesouro...
Que não possa ser apreciado seu brilho...

Acrescentar ao que tem de sobra é fácil...
Difícil é engrandecer o que pouco tem...

O importante não são nossas médias
E sim as lições apreendidas.

A carência é o combustível da traição!

A lei é sega!
Mas enxerga quando clareia [ $$$ ].


Ofereça um jardim
Para não sacrificar as flores

1 compartilhamento
Inserida por walmirpassos