Nerisírley Barreira do Nascimento: Um minuto Um minuto Um minuto, um afago,...

Um minuto



Um minuto
Um minuto ,
um afago ,
um carinho ,
o ouvido atento .


O não falar ,
o saber ouvir .
Pegar na mão ,
entender o choro .


Não dizer não se preocupe ,
mas me preocupo e sofro contigo .
Calar e dar o ombro ,
estar aqui apenas para apoiar .


Saber que não é
e não vai ser fácil ,
porque nada , nada ;
nesta vida é fácil !


Aliás , a vida é isto mesmo ,
uma luta após a outra ,
depois de uma batalha
temos a próxima .


Criei prazer pela guerra da vida ,
amor pela luta diária .
Aprendi que desistência ,
é inexistente em meu dicionário .


Através do sofrimento
aprendemos que precisamos de amar
amar para estarmos vivos .



Amar para saber que estamos vivos .



E um minuto do seu tempo
do meu tempo ,
uma hora do meu dia
do seu dia
não eqüivalem na alegria
de uma vida inteira do saber que se ama .



Por isso um pouco de nosso tempo
Para compartilhar ,
valerá todo o tempo deixado para o trabalho
todo o tempo deixado para nossos projetos ,
é o tempo ganho em nossas almas ,
tempo imortalizado em nossos corações .



Nós fomos criados a imagem e semelhança
de Deus,
por isso temos tanta necessidade de amar ,
porque ´´ Deus é amor ``.



Existe em nós uma engrenagem
que dela depende todo o resto de nós ,
e esta engrenagem só funciona quando amamos
mas amamos o amor verdadeiro,



o verdadeiro amor
é simples
é doação,


uma planta todos os dias cultivada
e temos um ótimo professor
´´ porque Ele amou o mundo de tal maneira
que deu seu filho unigênito
para que todo aquele que Nele crê
não pereça mas tenha a vida eterna. ``



É a vida em nós,
amor gratuito jorrando de nossos corações ,
por isso um minuto,
uma hora



consolando , ouvindo ,
nunca é tempo desperdiçado .
É tempo ganho , convertido em vida ,
vida rica e abundante .



Estamos saciando a necessidade natural ... de amar !


Estamos esquecendo do EU
para ajudar quem precisa do SEU.



E isto é amar,
mesmo que seja só
e somente
por um minuto .



10/01/2001



Poema dedicado a todos o corpo de Capelães do HC e do Hospital do Câncer, que resolveram orar quando todo mundo perdeu a esperança eles, voluntariamente, não perderam a fé. Quando todo mundo quer esquecer do doente, eles resolveram fazer uma visitinha. A estas pessoas que não estão aqui só de passagem pela vida eu dedico o meu carinho.

Inserida por breno_bertioga