Rafaela Hipólito: Na escola os doutores em formação...

Na escola os doutores em formação alfabética científica, desmerecem os analfabetos do conhecimento por não compreenderem o significado do signo.
Depois fica assim pra sempre.
Ninguém se importa, mas lá na porta, dizem ajudar a Deus e o mundo.
Oxe! E se cria uma muvuca dentro do estômago que não há de se entender. Dentro do cubículo menospreza quem não acompanha a ciência.
E é estranho. Anteontem o cidadão não sabia escrever o próprio nome, tava pensando em casar e conseguir emprego em São Paulo, viu um livro, se intitulou doutor.
Eu fico pensando no cientista que criou a ciência
No filosofo que criou a filosofia
E no homem burro que criou a burrice.
E não deixa de ser ignorante até mesmo quando conhece o conhecimento. No cubículo aprende e ensina, educa e é educado, mas despreza aquele que "antontem" também não sabia o próprio nome
Vai entender esse povo
Que pensa que é gente
De gente não tem nada
Pega num livro
Se sente o cientista
Prega a paz
E não a faz.

Vou-me embora para Pasárgada. Um Tal de Manuel Bandeira diz que é amigo do rei.
Sendo amigo do rei, encontro um emprego
Lá todo mundo parece ser inteligente.

1 compartilhamento
Inserida por pensamentoshc