Rafaela Hipólito: TU NÃO SE IMPORTA - COMPADEÇA DE TI...

TU NÃO SE IMPORTA - COMPADEÇA DE TI

Queria eu, conselho fosse dizer
Queria eu, dica essa, tu recebestes
É que quero dizer que de nada adianta ter vergonha alheia.
Pense comigo: Tu já tem as tuas vergonhas, por que se compadecer da vergonha alheia?
Tu pensas que é um ser passivo no mundo, acometido de prioridades errôneos para sobre estar vivendo no mundo?
Mas quem olha para tu, sente pena. Se assim tu acomete o poder em cima do outro, vangloriando o prazer das prioridades que alguém lhe falou que tu tens, sobre uma tal de vergonha sobre o outro, me apresente este mentiroso para eu ficar longe.
Olhe, quem vive não sente vergonha. Quem vive até pensa no que pode dar errado, mas os passos, isso não se pode anotar no caderno.
Deixe de frescura
E pare de achar que tem compaixão
Quando o outro cai, tu ri e se vai
Onde está teu compadecimento?
Tu se afasta
Vive sofrendo
Por uma vergonha que não é tua
Por um momento que não é teu
Destruindo o próprio dia, por que na tua cabeça, o autor da "vergonha alheia", não te pediu desculpas.
Faça um favor a si mesmo: compadeça de ti, tenha compaixão de ti.
Quem caiu não vai pedir desculpas, vai pedir ajuda. Tu não sabe, mas pode vir a se transformar na próxima pedra e, fazer cair, quem tu pensa se importar.

1 compartilhamento
Inserida por pensamentoshc