Gean Marcos Kaspary: Chapecoense, aquela que jamais será...

Chapecoense, aquela que jamais será esquecida!
Dezenas de mortes, milhares de corações partidos, uma cidade em choque, o mundo em choque, luto eterno, luto no futebol, no jornalismo, na aviação, 71 vidas perdidas, algumas salvas por não acompanhar o voo, outras salvas por um milagre, famílias de luto, um estádio vazio que virou símbolo de acampamentos noturnos, orações sem fim, corações ali batendo mais lentamente, lagrimas caindo, e gritos de desespero de torcedores, nossos corações já eram verdes antes da tragédia e agora após tamanha tristeza serão sempre mais verdes e sempre mais Chapecoense, bate em mim, em milhares de pessoas corações verdes, corações que pertencem ao Verdão Do Oeste de Santa Catarina, o Furacão que sem avisar chegou em todos nós e levou de nós a necessidade de grandes estádios, de grandes personagens, que levou a necessidade de gigantescas mídias, porque a humildade, a garra, a luta, a determinação, em cada jogo levaram-te Chapecoense a conquistar o mundo.
Uma subida rápida da Serie D para a Serie A, foram com garra lutando jogo após jogo como verdadeiros vencedores e conquistaram pouco a pouco o estado, o país, a américa e em apenas 2 anos chegaram a final da Sul-Americana e o que dizer de tamanha dedicação, depois de cada pênalti nas oitavas de final contra o Libertad em 2015, depois da tristeza da eliminação nas quartas de finais contra River Plate por diferença de um gol, estávamos lá eu e toda a torcida no estádio para agradecer o esforço e sem duvidas continuaram com toda a força em 2016 competindo muito bem pelo campeonato brasileiro e mostrando ao mundo quem era a querida Chapecoense, o xodó dos brasileiros.
Eles vieram para mostrar que é possível fazer futebol de um jeito simples, trazendo mesmo assim torcedores de muitos outros times, junto de cada um deles estavam a imprensa com sua equipe incrível, equipes que estavam ali mostrando de lance a lance, de gol a gol e transmitindo muito mais que um jogo, transmitindo emoção, transmitindo o que realmente estava se transformando em um grande time... Chapecoense, 11 letras, palavra grande, mostrando um grande time, ou talvez somente Chape? E porque não? Mostrando o lado humano, de que por menor que seja é possível ser grande, se transformar em um gigante... De partidas e chegadas todo time vive, e com eles uma equipe de aeronáutica, ou ao menos motorista(s) dependendo da distancia... Pois é e a distancia também interrompeu seus caminhos...
Sobre a tragédia o que dizer? Em uma quarta-feira um empate que levou-os a grande final de suas vidas, quanto choro de alegria, emoção, coração batendo forte, no domingo um jogo no campeonato brasileiro que acabou levando o adversário a ser o campeão do campeonato brasileiro de 2016 mas e porque não continuar de cabeça erguida pois entre poucos times a chegar a uma final de Sul-americana lá estavas tu ó Chapecoense, tu que és até agora o único time de Santa Catarina a chegar a uma final internacional, foi só olhar no em redes sociais e ver as fotos do embarque para o tão sonhado jogo.
Digo agora como tudo aconteceu:
- “Tudo tão lindo, enchendo de brilho os olhos de todos nós torcedores, ir dormir tarde como de costume pensando no primeiro jogo da final...”
- “Acordar de manhã e num tremendo susto ver noticias sobre uma tragédia espalhadas pena internet, e como tantas mentiras são criadas a solução foi ligar a televisão, e ao me deparar com a verdade, um plantão especial sobre a tragédia vitimando 71 pessoas, o mundo desaba de uma só vez...”
- “Falar que somente chorei seria mentira, pois, foram gritos de negação, lembranças de cada momento na Arena Conda, como em filmes as lembranças voltaram uma a uma, de joelhos acompanhando os pênaltis atrás do gol do “São Danilo”, momentos com amigos, alegrias e sorrisos eternamente guardados em minha memória...”
E então ao perceber que na quarta-feira jogo não teríamos, que nossos guerreiros da Chape não estariam lá para fazer com que do exterior mais uma vez nos trariam orgulho de ser e fazer parte da torcida da Chape Terror, da Chape Furação do Oeste, da Queridinha do Brasil ou como carinhosamente torcedores a chamavam...
Lagrimas deixei cair, e por minutos andei sozinho num mesmo circulo tentando entender o porquê disso, o porquê deles terem que partir sem terem ao menos conquistado o que queriam, mas, depois de muitas reflexões e de ver o mundo se comovendo com nosso povo, pelas nossas perdas, percebi que Deus queria sua seleção, Deus precisava a tempo e dia após dia deu-lhes a força necessária para conquistar o mundo e assim o fizeram.
Deus faz com que um segundo mude a história, Deus faz com que o destino nos coloque onde devemos estar em todos os momentos, sejam bons ou ruins, um dia felizes gritamos ao ver a ótima defesa de Danilo levando no ultimo suspiro aos gritos todos os torcedores, muito mais que um gol, muito mais que uma simples defesa, era tudo que mais queríamos tudo que hoje menos queríamos, mas Deus assim quis e sem duvidas da força, garra, energia positiva, da fé renascerá cada jogador que perdemos na tragédia, renascerá cada jornalista que ficou lembrado na tragédia e renascera cada pessoa que auxilia de uma ou outra maneira em seus deslocamentos, pois sem qualquer uma daquelas pessoas no avião jogo algum seria tão bom como foram todos os outros com suas participações, o que fica pra hoje são as lembranças mais belas de que é possível sim fazer futebol com amizade, e amor, na simplicidade e humildade e sem duvidas isso ficará marcado em nossos corações.
Deus queria consigo uma mega equipe, escolheu então a data de 29/11/2016 e o avião com destino a Colômbia para tal e assim o-fez.

1 compartilhamento
Inserida por GeanMarcos