Tatiana graneti: Ando em busca de paz, Porque estive em...

Ando em busca de paz,
Porque estive em guerra.
Quero aportar um Cais,
Por velejei sem trégua.
Vim observando o caminho,
Finquei os pés em espinhos,
Por vezes chorei de dor.
Parei segundos apenas,
Senti até pena de mim.
De tanta loucura retida,
Da minha retidão roída,
Quase me vi regressar.
Mas algo ali me dizia,
Talvez a sabedoria,
Pra eu só continuar.
Pois o destino acenava adiante,
E a vida é só um instante,
Um breve sopro no ar.
O tempo passa apressado,
Minutos antecipados,
Como bate o coração.
E cada momento que foi,
Não se fará novamente.
Faz-se tão de repente,
Desfaz-se inteiramente.

1 compartilhamento
Inserida por TatianaGraneti