Kleber Plinio: Sempre escrevo sobre a dualidade...

Sempre escrevo sobre a dualidade passional e a racional, porém há fatos, momentos e pessoas, que as palavras fogem e simplesmente instala-se uma expressão facial, um olhar, um sorriso, que transmitem as palavras que são resumidas em uma só AMOR.
A sabedoria, a sapiência, é adquirida com a evolução, o antes imperava como ignorância percebe-se depois com uma sabedoria. E nesta conotação, apresentam-se pessoas que sabem lidar com o tempo, sabem esperar o melhor momento pra se permitir a sua fala. Esta sabe o bom e delicado, sabe usar como ninguém a paciência e silencio.
E transcrevo, apesar de ser fácil falar de algo ou alguém que conhece e ama, a sabedoria de uma menina que por curiosidade tornou-se mulher, mãe e esposa precocemente, mas nunca deixou o seio familiar, por vezes conselheira, outrora filha e amiga.
Essa mulher-mãe-amiga-irmã, hoje aniversaria, e nada mais salutar e digno, que não somente desejar-lhe o FELIZ ANIVERSÁRIO, mas agradecer por fazer parte de nossa vida, e por essa data escrevo sobre algo que tivemos de lição,o silencio.

1 compartilhamento
Inserida por kplinios