Manoel Lino dos Reis Belico: Suicídio.. Passou próximo,não por...

Suicídio..
Passou próximo,não por mim.
Éle trouxe algumas demonstrações,querer desaparecer,negação de vida,desapego do amor,livrar-se de uma dor incurável.
Tenho o sentimento que a definição está sempre forte e inabalável,sucumbi qualquer outro pensamento periférico na existência.
Covardia como alguns dizem,não,apenas não encontrou outro modo de convívio com a dor incurável.
Perspectiva de cura do impossível de ser convivido,depressão aguda?´com quem convivi não´.
Acredito que passa pelo pensamento de um suicida uma longa fila,onde há tempo de pensar,refletir,mas que a unica finalidade é chegar a sua vez.
A dificuldade esta na materialização pois a definição é liquida e certa.
Éle`passou bem próximo em uma pessoa de personalidade frágil,um grande coração,um amor imensurável pelo próximo,bondosa,olhar meigo,mas uma coragem desafiadora.
No inicio éle` deixa uma sensação muito forte de solidão,medo em quem fica,não generalizo,acho que podem existir outras sensações.
A vida é mágica,como os malabarismos do dia a dia vão transformando sentimentos,medos e angustias e o trem da vida tão falado e cantado segue o seu caminho.
O trem caminha sobre os trilhos em curvas,descidas,subidas e até abismos,o que digo sobre essa viagem?
A lembrança da partida é um baú negro onde estão guardadas sensações,e o caminhar elas se transformam saudades perdidas pelo tempo.

1 compartilhamento
Inserida por manoel_belico