Ops! O pensamento foi removido e não pode ser encontrado no Pensador.
Veja outros pensamentos do mesmo autor: Veridiana Guimarães.

Outros pensamentos que podem interessar:

Não faz sentido lutar por pessoas, pessoas são mutáveis, voláteis...humanas...assim como eu.
Não faz sentido...
Pessoas mudam de opinião, sentimentos, visão, personalidade, pessoas morrem, nos deixam, trocam de prioridade, pessoas são dominadas por sentimentos destrutivos.
Pessoas devem ser cuidadas e tratadas com amor, mas isso não significa ama - las, amor, compaixão é doação o que se doa não se toma de volta, o que doamos sem fazer questão de receber é desapego.
Amor é um sentimento destrutivo, fraqueza, amor é um sentimento que deve ser doado e recebido apenas por pais e filhos, só de onde saímos e o que saiu de nós são os requer amor devoto.
Deus, amor próprio, pais e filhos... o resto são apenas humanos falhos e imperfeitos, assim como eu.
Amor é dado e recebido não se toma p si.
Cada ser carrega a capacidade de ser ou sentir - se como um intocável e poderoso e seguro de si, lembrar que é humano, mas agir e viver como um ser superior.
Olhar de cima, ignorar a ignorância de humanos...assim como eu.
O que transformou Anjos em diabo e seus demônios foram os desejos e sentimentos a contaminação mundana, tal contaminação os rebaixou.

Veridiana Guimarães
Inserida por guimaraesveri
1 compartilhamento

Desabafo de um De cujus
Os vivos têm me cultuado, pois nada espero agora que já não estou acordado.
Meus vivos têm chorado, sofrendo e lamentando o que comigo viveram no passado.
Se vos amo e agora que já não sinto nada, que satisfação terei em vê-los amargurados?
Meus vivos se culpam, por algo que disseram ou deixaram de dizer, não sofras já não me deves como não lhes devo se acreditas ser tão grave não te preocupes o preço está pago, eu cá adormecido, elevado e tu acordado lembrando o passado. O que dói mais? Se já não sinto nada, então para que te preocupas?
Invejo túmulos esquecidos e abandonados, pois sei que aquele foi coroado, não há cultos e lamentos, sinal que os seus o cultuam em suas lembranças, que fora tido o luto merecido, porém não prolongado.
Se dormi ou me elevei que satisfação teria em velar minha matéria putrificada, já não estou entre vós!
Tudo que fazem não é pelo que fui, sim para vós vivos, se durmo não posso ver ou sentir, se me elevo não estou mais aqui!

Veridiana Guimarães
Inserida por guimaraesveri
1 compartilhamento

Cadê aurora?
O que houve com nossas noites estreladas?
Estou eufórica! Meu peito vai explodir!

Não consigo te enxergar!
Que realidade agridoce! Para não dizer cruel!
Estou no topo meu bem!
Venha brilhar comigo!
Sai venha ver!
Toda essa imensidão azul e todas essas cores saltando, bailando e girando entre raios de sol.
Lembra nossa aurora, mas aqui há o sol!

Estou delirando de alegria!
Venha brilhar comigo!
O que há com você?

Não! Não quero acreditar! O que me passa pela cabeça, não pode ser real.
Apareça e venha brilhar comigo!
Não faça toda essa alegria se transformar em lagrimas.
Não! Não quero acreditar! O que me passa pela cabeça, não pode ser real.

Sempre esteve aqui, não é?
Sempre soube que aqui era mais quente e nítido,
Você é o breu que me impedia de ver tudo isso?
Não pode ser!

Nunca quis me ver brilhar, não é?
Nunca quis brilhar comigo!
Sonhei com dias como esse ao seu lado, desenhei nós dois aqui sorrindo orgulhosos ...
Isso parte meu coração!
Isso parte minha alma!

Cadê aurora?
O que houve com nossas noites estreladas?
Estou eufórica! Meu peito vai explodir!

Tenho um coração partido e meus olhos viraram dois rios, mas tudo bem!
Está tudo bem!

Foi pela fresta que abriu em meu coração que a luz pode passar e me fazer brilhar.
Todas essas cores que me faz delirar são do arco íris que nascem dos rios dos meus olhos

Dormirei todas as noites até que você expire!

Sai venha ver! Toda essa imensidão azul e todas essas cores saltando, bailando e girando entre raios de sol.
Lembra nossa aurora, mas aqui há o sol!
Sonhei com dias como esse ao seu lado, desenhei nós dois aqui sorrindo orgulhosos ...
Isso partiu meu coração!
Isso partiu minha alma!

Está tudo bem!
Foi pela fresta que abriu em meu coração que a luz pode passar e me fazer brilhar.
Todas essas cores que me faz delirar são do arco íris que nascem dos rios dos meus olhos.

Veridiana Guimarães
Inserida por guimaraesveri
1 compartilhamento