Rafaela Hipólito: Linda menina bonita Pobre cheia de...

Linda menina bonita
Pobre cheia de tristeza
Ao lento em seu sofrimento
Queria mesmo era estar mar à dentro

Foi quando decidiu sair em busca
Buscar de mais sagrado o que pensava
A luz branca em seus sonhos
Dava esperança à sua estrada

Caminhou e encontrou um homem
Lindo e cheio de fantasia
Diferente, ao lento vivia de alegria
E com pureza sorria para vida

De repente ele a vê
Tão linda mais linda que chegava a doer
Apaixonado estava pela donzela
Logo, logo seria dela

Fugiu em busca de abrigo
No sertão de mata com perigo
Avistou de longe uma casa
Cheia de flores e cascatas

Encantado com sua beleza
Partiu em seu desencontro
Como em um brincadeira de criança
Agarrou ela e encostou no canto

Pobre donzela se defendeu
Com risos e beijos de amor
Amor esse que buscará
Desde que partiu de sua casa
Para encontrar seu grande amor

1 compartilhamento
Inserida por pensamentoshc