Joaquim Silva: O AMOR NÃO É UM SENTIMENTO! AMOR É...

O AMOR NÃO É UM SENTIMENTO!
AMOR É UMA DECISÃO, UM ATO!
Não é difícil tomar uma decisão, difícil é quando esta, escolha, não é a do seu coração...Nós vivemos no meio do vários sentimentos. Sentimos fome, frio, dor. Gostamos das pessoas ou de objectos. Sentimos medo, raiva, angústia e muitas outras coisas em nosso dia-a-dia. Tudo isto, no entanto, passa. Eu posso estar feliz e em dez minutos receber uma notícia ruim e ficar extremamente triste. Eu posso estar com uma dor horrorosa de cabeça, tomar um remédio e imediatamente sentir-me melhor. O que eu quero dizer com isso é que os sentimentos são passageiros! Vê bem, se gostamos de uma pessoa, esse sentimento não será para sempre??. ou simplesmente deixamos de gostar da pessoa!! Da mesma forma a raiva, é normal sentirmos raiva, uma vez que somos limitados e incapazes de vivermos no amor plenamente. O que não podemos deixar acontecer é o sentimento de raiva evoluir para o ressentimento. A raiva também passa. Quantas vezes brigamos com os nossos irmãos e no dia seguinte estamos abraçados com eles. O amor não se encaixa neste contexto de sentimento. Se o amor fosse um sentimento ele seria frágil. E o amor não é frágil. O amor é um ato, uma atitude em favor do outro. O que o amor é então? O amor, segundo uma conversa de uma viagem das minhas noites, é um sentimento que predispõe alguém a desejar o bem de outra pessoa, amor é um acto que leva alguém a fazer o bem a outra pessoa. É necessário fazer esta correcção uma vez que, como foi visto anteriormente, amor não é um sentimento. O amor é paciente, o amor é prestativo; não é invejoso, não se ostenta, não se incha de orgulho. Nada faz de inconveniente, não procura seu próprio interesse, não se irrita, não guarda rancor. Não se alegra com a injustiça, mas se regozija com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais passará. As profecias desaparecerão, as línguas cessarão, a ciência também desaparecerá. Pois o nosso conhecimento é limitado; limitada é também a nossa profecia. Mas, quando vier a perfeição, desaparecerá o que é limitado. Quando eu era criança, falava como criança, pensava como criança, raciocinava como criança. Depois que me tornei adulto, deixei o que era próprio de criança, embora alimente sempre a minha criança!! Agora vemos como em espelho e de maneira confusa; mas depois veremos face a face. Agora o meu conhecimento é limitado, mas depois conhecerei como sou conhecido. Agora, portanto, permanecem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor. A maior delas, porém, é o amor”. Há certas musicas que tu não consegue parar de ouvir, pessoas que não consegue parar de pensar e sentimentos que não consegue parar de sentir.. os filhos de deus nunca pode parar de sonhar. O sonho é o alimento da alma, como a comida é o alimento do corpo. Muitas vezes, na nossa existência, vemos os nossos sonhos desfeitos e os nossos desejos frustrados, mas é preciso continuar a sonhar, senão a nossa alma morre... Aprende que não importa em quantos pedaços o teu coração foi partido, o mundo não pára para que tu o consertes .Por isso sempre defendo deixar as pessoas que amamos Com palavras amorosas, pode ser a última vez que a vejamos ,Sempre olhei para ti com estes ideais.

1 compartilhamento
Inserida por joakuimsilva