Joaquim Silva: O que eu realmente quero que tu saibas...

O que eu realmente quero que tu saibas é que não importa o tempo que passe, o que acontece ou o que a vida nos ensine. Não interessa quem somos, ou quem nos vamos tornar. O que vale é o que carregamos dentro de nós. E tu, guarda isso na memória para todo o sempre, eu te carrego junto comigo todos os dias. Foi nisso que nos tornamos, e as únicas coisas nos alimenta, saudade lembranças. Lembranças do que fomos um dia. Não é fácil eu ter que dizer adeus, na verdade, eu nem quero. Eu sei que tínhamos uma promessa, que era sempre cuidar um do outro, mesmo estando longe. E é isso que estou fazendo, eu estou cumprindo essa promessa, mesmo agora estando longe tem uma parte de mim que pertence e sempre irá pertencer á ti… Eu sinto tantas saudades tuas, de nós, do que éramos antes. Já tem um tempo que nos afastamos, mas a verdade é que a saudade aumenta a cada dia que passa. Eu fico imaginando que isso é só mais uma pausa e que em breve tudo voltará ao normal, e confesso que as vezes queriam que fosse só isso mesmo. Mas não é, Como posso eu ter tantas memórias… Sinto que sou tão antigo quanto ao mundo, com estes sentimentos avassaladores de quem já vivenciou de tudo… Estão tão enclausurados, mas eu os sinto lá… Tão inalcançáveis, mas me tiram o ar. Fazem-me, entorpecem-me e eu os tento alcançar. Tudo tão profundamente em mim… Sentimentos e memórias, sim, são reais, estas lembranças tão fatais, como uma extensão de mim, como uma extensão do que lembro que já vivi, como algo que se estende para além do que posso tocar, dentro e fora de mim.beijo.

1 compartilhamento
Inserida por joakuimsilva