Felicity Secret: Incógnita Eu sei quando ele pede...

Incógnita


Eu sei quando ele pede socorro, naquele silêncio indecifrável;
Posso interpretar cada detalhe daqueles olhos de um sobrevivente;
Eu esqueço de mim, para cuidar dele;
Eu conheço os seus medos, conheço os sonhos, eu conheço aquela barreira, o medo de ser feliz…
Ele me deixa no meio do caminho, porque sabe que eu vou seguir seus passos;
Sei que os ventos não estão a nosso favor, mas ele ainda é farol, mesmo quando está extinto…
Ele pode ser uma incógnita para muitos, aos meus olhos é claro como a luz do dia!
Ninguém conhece os desertos que ele atravessa, ele sempre caminhou sozinho, agora eu o sigo, mesmo que ele rejeite, eu sou a sombra, que vai aonde ele for, não tem como me esconder, ele é o brilho, luz por onde passa, pena que ninguém o perceba, eu reconheci no mesmo instante que vi aqueles olhos, faróis.
Todos temos uma missão, a minha é seguir a luz q irradiar daqueles olhos; Ele me levará para casa, lar onde nunca estive, mas será meu descanso…
Não falamos de amor mais, não fazemos planos, nem planejamos um futuro em comum, sigo meu coração, que afirmar que a paz que tanto procuro reside nele.
Como pode ter paz , onde a tempestade não dá trégua ? Não me pergunte como , mas quando estou com ele eu estou no paraíso …
Eu não sou metade dele, ambos somos inteiros, ambos crescemos e vencemos o inferno. Eu o conheço tão bem, pois sou como ele, mas um dia a guerra acaba e é hora de voltar pra casa, e o destino me mandou o presente… Em forma de tempestade. Ele.
Eu vou seguindo aquela luz, que não brilha todos os dias, mas quando ele sorria, simplesmente ilumina, o caminho é longo e a tempestade não dá tréguas, mas eu sei o que eu quero. Eu quero lar.

1 compartilhamento
Inserida por FelicitySecret