João Botelho (eu): Despedida Longo tempo de amor e...

Despedida

Longo tempo de amor e felicidade
Tudo se foi em um piscar de olhos
Enquanto jovem desejava ter mais idade
Pois sonhava que era isso que me faltava

Fecho os olhos e observo o passado
Tínhamos tanto para dar um ao outro , meu amor,
Era como se todas as coisas fossem minhas,
Quanto mais te dava mais tinha para te dar

Às vezes tu dizias que os meus olhos eram belos
E eu acreditava,porque ao teu lado todas as coisas
Eram possíveis,mas isso era no tempo de segredos
No tempo em que tudo era belo e de amor sem fim

Quando eu agora digo: meu amor
Já não se passa absolutamente nada
Pois incoscientemente escondemos
Prálem das estrelas o nosso amor

Tudo oque planejávamos no futuro
Promessas com determinação,embora,
Tudo isso já não tem sentido e por mais duro
Que seja esquecer tudo isso , assim escolheste

O antes eu deixei para as lágrimas
O agora eu tento vivê-lo com tranquilidade
O depois só espero murmurar o teu
Nome no siléncio do meu coração

Já gastamos tudo oque tínhamos
Já não temos mais nada para dar
O passado é inutil como a realidade
Meu amor , as palavras tão gastas.

Adeus.

1 compartilhamento
Inserida por SuicideSilence