Julianna Galvão: Ele é do tipo que não entende que...

Ele é do tipo que não entende que quando eu digo ‘’calma’’ e respiro é para organizar minhas ideias e parecer menos indecisa, e não para insinuar que ele está nervoso. E responde ‘’eu tô calmo, ué’’, com aqueles olhos claros dizendo com capricho que me acha louca. Ele não é do tipo feito para mim. Ele é de uma calma estranha, e me estresso! Ele não gosta do meu jeito, isso é o que parece, mesmo que ele passe tanto tempo dizendo que o adora, me idolatrando. Ridículo! Agora percebo o quanto odeio a forma como ele sempre me elogia sempre. Ora bolas, colocar suas mãos encima das minhas não para melhorar o clima ou mesmo que deixando tudo pior ainda, fazê-lo com a intenção de melhorá-lo, mas sim para me fazer parar de mexer as mãos enquanto falo, será possível?! O cara espera os meus 40 minutos de atraso, e quando chego, ele ainda quer mudar o jeito que falo há 40 anos? Fala sério! E se fosse só isso... Fui pagar minha conta no Sushi com o meu dinheiro, é claro, aí o cara abriu a carteira, puxou o dinheiro, mostrou que tinha um bolo grande e rechonchudo, olhou para ele, olhou para mim (já esperando o meu troco), e colocou de volta lá dentro. Alguém me explica de onde esse ser saiu e qual o sentido nisso? Ainda bem que eu me atrasei bastante, não teria sido suficiente deixá-lo sozinho naquele banquinho solitário depois de um ‘’Foi mal aí’’ seco e nenhum beijinho. E ainda me liga, manda mensagem, como se eu ainda não soubesse que ele não é legal como eu já achei que fosse. O cara não sabe fazer as coisas direito, e muito menos eu, que continuo falando com ele por causa de uma educação hipócrita que me ensinaram a ter. Se bem que a última mensagem que ele mandou eu nunca respondi. Ah, mas é que eu não tinha crédito. Mas hoje eu tenho, né?! Não custa nada...

1 compartilhamento
Inserida por juliannagalvao