Julianna Galvão: Pare de se perguntar sobre seus...

Pare de se perguntar sobre seus sentimentos. Garanto que isso só intercala duvidas desnecessárias e loucura. A razão, nem mesmo ela, é exata. Quem tem razão, eu ou você? Um, outro, ninguém também. Saber se você ainda gosta dele é pedir para gostar. Se perguntar isso é gostar mais. Quando não existir mais nada você não se perguntará se ainda existe toda aquela energia que te fazia sorrir, você apenas sorrirá daquela pessoa na mesma intensidade que ri do palhaço no circo, apenas porque é engraçado, e não porque ela é ''incrível'' e tem o tal brilho único que a paixão pôs. Pare com essa idiotice de procurar certezas dentro daquilo que nunca foi ou será certo. Não se pergunte, não pergunte, não pressione... Viva! O que tem de mal em gostar de alguém? Observe que essa sua sede em matar esse sentimento é o combustível do mesmo, nada mais. Entretanto, entenda: Não se limite! Não existem problemas em gostar de alguém, confere! Se você não se prender apenas a mesma, se você souber o que é amor próprio, se você pelo menos de vez em quando sentir o sabor desta, confere! E talvez você até goste mais de outro sabor, mas só poderá descobrir experimentando. Ou talvez a outra pessoa perceba que gostoso mesmo é o seu gosto. E eu disse talvez. Disse mais de uma vez.

1 compartilhamento
Inserida por juliannagalvao