Com o cotidiano agitado dos dias de hoje, fica fácil se perder na lista de afazeres e nos problemas que vão surgindo pelo caminho, deixando de cuidar de si próprio. A melhor forma de combater o stress, tensões e conflitos mundanos é estar em harmonia com as suas emoções e em contato com a sua paz interior.

Separamos aqui oito conselhos para lhe ajudar a estar de bem consigo mesmo:

1. Aceite a vida como ela é.

Autor Desconhecido

Muito dificilmente você passará a vida toda sem passar por acontecimentos que o desagradam. Por vezes terá que cumprir ordens que não gosta no trabalho, ou mesmo poderá enfrentar algum problema grave de saúde.

Mais vale aceitar a situação como é do que começar a pensar que deveria ser diferente. Se não o fazemos, começamos a julgar a circunstância ou as pessoas envolvidas. De repente, tudo o que dizem ou como se comportam nos irrita e passamos a querer controlar o que está fora das nossas possibilidades.

Aceitar o que acontece em nossas vidas significa reconhecer que a única coisa que podemos mudar de verdade somos nós próprios. Mudando as nossas reações, podemos melhorar muito a nossa relação com os outros e, consequentemente, conosco mesmos.

2. Viva o presente.

Bob Marley

Não deixe a parte boa da vida para depois, você não quer chegar ao fim dos seus dias cheio de arrependimentos do que deixou de fazer, não é? Às vezes deixamos os nossos sonhos de lado, sempre à espera de uma nova oportunidade para realizá-los que nunca chega. Mas as oportunidades são criadas por nós.

Como canta Geraldo Azevedo, “Eu lhe prometo o sol / Se hoje o sol sair / Ou a chuva / Se a chuva cair”, não interessa como o dia se apresenta, interessa como você o encara. Aproveite os seus dias da melhor maneira possível, afinal você não tem uma eternidade para viver.

3. Relaxe.

Meditação

Parece simples, mas você já parou para pensar em quantas vezes por dia você para realmente para relaxar um pouco? Não vale ser só ao fim do dia na frente da televisão! Para uma pessoa entrar em contato com a sua paz interior, ela precisa encontrar um estado de calma duradoura que requer prática. Existem diferentes formas de se relaxar e para cada pessoa pode acontecer de uma maneira diferente.

A meditação é uma das melhores maneiras para harmonizar a mente e aquietar os pensamentos. Sente em um local tranquilo, preste atenção na sua respiração e tente afastar os pensamentos. Esta é uma técnica simples, mas você pode praticar ouvindo música, concentrando nos sons ao seu redor ou usando um aplicativo de meditação guiada. Não precisa durar muito tempo, com 15 minutos por dia você já consegue treinar a sua mente a se tornar mais resistente às perturbações.

Mas você pode relaxar de outras maneiras também, há quem goste de desenhar, pintar, passear com o cachorro, correr ou dançar. Você só tem que descobrir o que lhe deixa relaxado e praticar!

4. Descomplique e desacelere.

Clarice Lispector

A vida está repleta de responsabilidades. Temos o trabalho, as tarefas de casa, se já temos filhos, nos ocupamos com eles, se não, com os estudos, a academia e assim por diante. São tantos compromissos e, ainda por cima, acabamos tentando fazer tudo ao mesmo tempo! Aqui é que está o problema, fazemos uma coisa em cima da outra e não nos damos pausa para simplesmente existirmos.

Mas como a Clarice está certa! Simplificar a vida não é tarefa fácil, é preciso muita determinação. Evite fazer as coisas com pressa, veja na sua lista de tarefas de hoje o que pode ser feito em um outro dia e se permita uma pausa para um café. Faça as coisas com calma, assim conseguirá fazê-las melhor e aproveitá-las sem se preocupar com o que vem a seguir.

Se desfazer do que não precisa mais também é uma boa forma de simplificar os seus ambientes. Separe roupas e objetos que não são mais usados para venda de usados ou doação, jogue fora papéis velhos, limpe os seus arquivos do computador. Assim você abre espaço para o novo e poderá se organizar melhor.

5. Não deixe os problemas maiores do que realmente são.

Tente encarar os problemas de forma objetiva. Tempestades em copo d'água não são bons para ninguém. As dificuldades vão surgir sempre, algumas vezes vão ser mais graves, outras nem tanto.

Pense se esses problemas vão continuar a ser problemas daqui uma ano, daqui uma semana, ou mesmo daqui há 10 minutos. Nesse caso, trate-o como tal! Dê menos atenção aos problemas pequenos, resolva-os o quanto antes e evite dramas. Assim, você deixa a sua mente livre para tratar de assuntos mais importantes, evita pensamentos negativos e mantém uma atitude positiva!

6. Pratique a paciência.

John Quincy Adams

Nem tudo acontece como a gente quer, por vezes as coisas acontecem de uma outra maneira, por vezes demoram um pouco mais do que previmos. Não adianta sofrer porque o resultado da prova ainda não saiu, porque o seu chefe ainda não assinou o documento ou porque a lasanha ainda está no forno. Depois, as coisas ficam prontas e você não tem mais razão para estar chateado. Só perdeu tempo sofrendo por antecipação e criando dificuldades que, se pensar bem, nem sequer estavam lá para começo de conversa.

Por outro lado, a paciência com os outros é fundamental para desenvolver bons relacionamentos e evitar conflitos. É uma das principais formas de praticar a tolerância e se permitir perceber o outro como seu semelhante. Se você ouvir ao que as outras pessoas têm a dizer sem criticá-las, muito mais facilmente será ouvido por elas e poderão chegar a acordos mais sinceros e satisfatórios, sem necessariamente precisar concordar uns com os outros.

7. Dê o real valor ao dinheiro.

Dalai Lama

O dinheiro é bastante importante e essencial para se obter as necessidades básicas. No entanto, há aspectos da vida de qualquer pessoa que ele jamais será capaz de preencher. O dinheiro não compra amizade, amor ou respeito. Portanto, ele nunca será suficiente para lhe fazer sentir completo.

Dedique apenas uma parte da sua atenção ao dinheiro. Deixe espaço para estimular os seus conhecimentos, para fortalecer os seus valores e para praticar a sua espiritualidade. Deste modo, você estará mais próximo de ter uma relação saudável com as pessoas ao seu redor e um passo mais próximo da sua paz interior.

8. Seja grato!

Autor Desconhecido

Olhe ao seu redor, você já parou para pensar nas coisas boas que tem? Às vezes ficamos focados nos objetivos que queremos alcançar e esquecemos de dar valor àquilo que já temos. Agradeça pelas suas qualidades e conquistas, pelas pessoas que lhe fazem bem, pelo que lhe faz sorrir à toa.

Um bom exercício para se desenvolver a gratidão é, assim que acordar, pensar em 5 coisas que aconteceram no dia anterior pelas quais se sente agradecido. Pode ser uma conquista no trabalho, um elogio feito pela pessoa que ama, uma refeição saborosa feita pela avó, uma conversa com um desconhecido que correu bem, a vitória do seu time, qualquer coisa, mas algo que lhe faça sentir bem.

Faça esse exercício todos os dias e verá como o seu dia começará com o ânimo renovado e se sentirá bem disposto para apreciar os bons momentos cotidianos.

Desenvolver a paz interior é um processo que leva tempo e envolve um trabalho pessoal contínuo. Mas como é reconfortante encontrá-la! Não desista, com paciência e otimismo, você tem tudo para descobrir a melhor maneira de se sentir bem consigo mesmo e encontrar o seu refúgio interior de paz.