Coleção pessoal de pensamentoshc

1 - 20 do total de 343 pensamentos na coleção de pensamentoshc

No momento cansada

Rafaela Hipólito

Quando você abre uma série nova na Netflix e a abertura é o teste de Rorschach

Por que eu estou falando isso?

Por nada.

Me lembra os mantras da fidedignidade, psicometria, validade, população, quantidade...

blá blá.

Rafaela Hipólito

DO QUE VOCÊ ESTÁ FALANDO?

Uma geração completamente conectada, mas finge que nada aconteceu quando tocam em algum assunto sério na roda de amigos ou de família.

Acho que dá para entender, tanto tempo conectado da uma sensação de história best-seller: todo mundo já sabe.

“Do que você está falando?” Mesmo com o telefone na mão.

Parece que estou a obrigar questionando os ‘conectadores’ a estarem sabendo de tudo, não me interprete errado. Há pessoas que leram rapidamente no noticiário virtual online, assuntos sobre a fome. Depois a noite com o celular na mão, perguntaram se ouviram falar sobre o maior bolo gigante do mundo. É que o telefone estava ligado e a cabeça balançou com sinal de negação.

“Do que você está falando? Não, não soube disso.”

É! Tem aquelas pessoas que cansaram de tanta informação desnecessária, tragédias fora do país e noticiários do mundo inteiro. Sentem-se impotentes.

“Eu sei disso tudo, o que posso fazer para ajudar?”

Talvez seja isso... Cansa não poder fazer nada, assusta fazer alguma coisa.

Bombardeamento de informações necessárias para estarmos atentos ao que acontece no mundo, mas será que sabemos o que ocorre em lugares no Brasil qual não conhecemos? Será que nos importa?

Ah, é! Os jornais locais. Cadê a força para digitar Acre ou interior de Alagoas?

“Do que você está falando?”
O que está lendo.

Uma geração totalmente conectada, dizem também solitária. Penso que multidões e ausência de aparelhos eletrônicos não são essencialmente os culpados pelo ‘surgimento e aparição’ da solidão.

Consciência.

Nós ficamos ‘mais’ conscientes sobre nos sentirmos sozinhos e estarmos sozinhos, mesmo com um milhão de seguidores.

Não fique chateado(a) ou com raiva de mim, é que tenho poucos me seguindo. Não sei se isso é necessariamente importante para mim.

O que a consciência e ser consciente faz, não é mesmo?

Tudo sensação, tudo mudança de percepção. Só precisou de algo para despertar em nós, o óbvio da existência.

Bem antes, tragédias aconteciam e dramas existenciais também. É que com essa conexão toda, mais um vez, nossa percepção mudou.

“Do que você está falando? Eu não te conheço.”

“Ué! Mas você me segue. Você é louco (a)?”

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento
Tags: pensamentoshc

Essa é uma das verdades sobre o primeiro amor.

O primeiro amor é decepcionante, mas se você não sabe, não sou a favor de generalizações, consequentemente fico a pensar sobre os amores que deram certo e os amores que fracassaram.
O primeiro amor é uma decepção. Você descobre tudo junto com a outra pessoa, tão grudados, que fica meio confuso saber quem é você de verdade. Se encontrar depois é complicado. Depois de alguns anos de mãos dadas, andando por ruas escuras clareadas pelo calor do primeiro amor, se ver perdido sozinho na escuridão de uma rua é desesperador. É o ponto que podemos nos perder. Nós viramos contra o mundo, contra o amor e contra nós mesmos. Bate a falta, o coração sente falta, o corpo pede, a alma implora, mas dois corações feridos não conseguem conviver com as cicatrizes. A vida precisa seguir.
Em clima de festa, em clima de Romance. O primeiro amor é a primeira lição da vida. Professor nenhum vai bater tão duro quanto o invisível. Não há o que fazer. Seguir. É que sim, o primeiro amor é mágico e tradicional, mas não preciso falar o que já sabe.
Não guarda o primeiro amor. Deixa ir. É que crescendo juntos, culpas vão se espalhando e confusões também. Não existe mais respeito e, conquistar isso é lutar contra o vento, a tempestade, as estações.
O primeiro amor é decepcionante porque você sabe que ama, mas é insuportável conviver com alguém que já te feriu inúmeras vezes e pediu desculpas; te enlouqueceu; te fez construir uma insegurança que não existe. Te fez ser algo que você não é.
E existem pessoas, existe alguém que vai te ajudar a descobrir o que é viver sem aquele frio na barriga sem borboletas. Ansiedade, culpa, raiva, rancor, ódio. O final de um primeiro amor. Existe alguém que vai te ajudar, sem você pedir por ajuda a te reconstruir, a te renovar, a recomeçar.
Essa é uma das mil verdades sobre o primeiro amor.

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento
Tags: pensamentoshc

Converso com a linha tênue, mas ela não quer conversar. Quase invisível nos montes encantados da vida, perto do senhor do tempo.
É difícil de localizar, se quiser me acompanhar, prepare-se para as mudanças de estação. Ela não é muito de conversa e, não gosta muito que lhe toquem.
Todos os dias me apresento. Faça chuva, faça sol, ela é ser firme.
Um toque de minha mão, faz ela brilhar e queimar meu dedos.
Então cruzo os meus braços.
Ando de lá para cá, esquerda e direita. Chuto algumas pedras, sento e balanço as pernas olhando o penhasco. Jogo uma pedra.
Por que sustentas o tempo e, trata indiferente o ser humano?
O que fazer para conquista-la?

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento

Quando você senta, importa quem é, mas depois de um tempo passa... Se permita chorar, se permita confiar.
A porta fecha e, só deixe as lágrimas caírem.
É como um copo, uma banheira, um cano na avenida quebrado. Nós quebramos. Se permita admitir que está quebrado. Se permita entender que pode ter revisões anuais ou mensais, mas há controle para almas em transbordo excessivo.
Não cruze os braços, não finja que está tudo bem quando não está.
Quando a luz apaga e você deita para dormir é tudo o que tem, se você permitir. Se você se permitir mais, alguém pode apagar para você ou vocês decidem no pedra, papel e tesoura.

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento

Quero me distanciar, fazer diferente, ser diferente.
Fazer diferente é repetir a mesma cena e, refazê-la para torna-la perfeita.
Retiro o que digo.
Quero fazer... A vida não permite - sabendo - que a vida não permite erros, não tem pausa, voltar ou seguir.
Quero me distanciar um pouco do que me suga energia... Conhecer eu mesma e entender como trabalhar na construção de um projeto de ganho de energia.
Energia que preciso para viver e sinto falta quando perco.
Fico fraca se não a tenho.
A cada ano isso é mais forte, a cada ano sinto com mais intensidade, quem me tira a vitalidade.
A cada ano me questiono, porque permito isso.

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento

Descrever você é dançar pela rua,
Correr na chuva,
Andar de mãos dadas pelas ruas,
Rir de assuntos sérios...

Descrever você é sonhar,
Construir sonhos,
Imaginar como seria se ganhássemos na loteria ou fôssemos assaltados.

Descrever você é te guardar no melhor canto do meu peito sem ninguém saber que você existiu em mim. Em nós.

Você é uma frase em pessoa,
Um poema em cada esquina,
Uma música de discoteca.

Éramos sonhos... O melhor de todos.

Sonhos acabam.
O nosso chegou ao fim com agradecimentos.

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento

Às vezes me pego pensando, porque complicamos algo tão fácil de ser resolvido. É, eu e você, não existe mais. Nós decidimos assim e, assim ficamos. Bem que eu queria te amar, queria compactuar com a sua honestidade, mas nossa amizade foi tão linda durante todos os anos que mudaria completamente tudo o que vivemos. Seria diferente. Você pensaria que tudo continuaria da mesma forma. É, eu sei, dividimos algumas camas e compartilhamos nossos sonhos durante a noite e, como madrinha, a lua. Mas ela sabe de tudo, de todas as coisas. O teu cheiro, o teu corpo, o teu jeito, o teu carinho e as várias formas de declaração de afeto me fizeram por um instante me apaixonar por você e, foi difícil dizer adeus. Foi sempre difícil. Quando decidimos isso, você mesmo duvidou de algumas questões pessoais e eu, bem, te contara até mesmo episódios que outras pessoas contariam para algumas amigas. Estávamos perto demais, juntos demais, cheio de afeto e carinho um pelo o outro em transbordo.

Estava tudo perfeito, sincronizado... o olhar, a mão, o encostar na boca. A brincadeira de amigos íntimos.

Foi tão ruim me despedir de você, porque vivemos momentos que não poderemos repetir com outras pessoas, não da maneira que vivemos. Por isso foi tão especial. Se foi afeto, se foi carinho, se foi caso mal resolvido, nós fomos felizes enquanto não sabíamos o que éramos e o que seriamos um para um outro.

No início não foi fácil. A lua fez parte dos momentos de silêncio quando nos sentíamos desconfortáveis em estar presentes um para o outro. Em alguma situação brigamos por uma toalha e, desde aquele dia, não seguíamos adiante sem antes esperarmos um pelo outro, sem pedirmos desculpas, com abraços a luz da lua, com o abraço de cobertores ao brilho das estrelas. Nós conversávamos e “se tudo acabasse por ali e, se tudo tivesse fim e, se nós um dia nos distanciássemos e esquecêssemos de nós, naquele momento”.

Mas sinto sua falta, e sei descrever essa falta com um abraço de perdão e agradecimento por nós dois termos permitido nos entregar e, não dar razão ao medo. Viver nossos sentimentos sem pensar em nada e, viver, simplesmente viver como se nós nunca fôssemos acabar.

Então, com amigos dividíamos a mesma cadeira e por ali ficávamos horas rindo. Era desconfortável, mas estava com você.

Hoje não sei o que você foi na minha vida de fato, não sei o que posso te considerar, porque é grande demais. Tento te deixar em uma caixa bem pequena, mas é impossível, as lembranças são demasiadas. Te solto e te deixo ir, já está na hora, o relógio sempre bate às 12:00.

Descrever você é dançar pela rua, correr na chuva, andar de mãos dadas pelas ruas, rir de assuntos sérios...

Descrever você é sonhar, construir sonhos, imaginar como seria se ganhássemos na loteria ou fôssemos assaltados.

Descrever você é te guardar no melhor canto do meu peito sem ninguém saber que você existiu em mim. Em nós.

De tudo meu amor... de tudo meu amigo... de tudo meu companheiro.

Aqui você não está mais, diante de mim você já foi sem ter me perdoado, mas dentro do meu peito você mora. Situações que vivemos e que poderíamos viver.

De todo meu amor, você é uma frase em pessoa, um poema em cada esquina, uma música de discoteca.

De todo meu amor, você mostrou o seu lado.

De todo meu afeto, não somos mais sonhos.

Éramos sonhos... O melhor de todos.

Sonhos acabam. O nosso chegou ao fim com agradecimentos.

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento
Tags: pensamentoshc

Era uma menina de cabelos enrolados e loiros sentada em um banco com flores cor de rosa. Eu estava com uma sandália cor preta em pé no que parecia uma estrada com folhas amarelas e cor avermelhada. A menina balançava os pés com sua boneca no banco. Se levantou e distante me olhou. Ela olhou para mim e acenou. Não parou até eu parar de chorar e os arbustos atrás de mim se abrirem. Ela brincava com sua boneca, sorridente.
Queria que fosse embora. Sorria.
E eu?
Chorava por deixa-la sozinha. Mas eu tinha que atravessar os arbustos de flores, chorando, devastada.
Ao me ajoelhar, as flores pareciam me acariciar. Até eu levantar e seguir adiante.

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento

Se for para viver um sonho não quero que ninguém tente desvendar o que está dentro de mim, a não ser eu mesma. Por que não é fácil achar que todo mundo está contra você quando na verdade, há covardia de se entregar aos próprios sonhos e as próprias ilusões. Não posso dizer para você se cansei de algumas coisas do passado, talvez queira recorda-las como algo que passou e ficou para trás. E ser melhor. Não ser boa e generosa, ser intitulada como a mulher maravilha. Um ser humano que entende o passado como acontecimentos que ficaram para trás, somente.
Às vezes penso em alguém que vá olhar para mim e dizer que tudo o que aconteceu, teve um objetivo, tudo faz parte da vida, mas penso que se era para acontecer, foi uma escolha minha. Bem que eu não queria conversar com você sobre isso. Quando tudo não está bem, temos tendência a darmos as costas e acreditarmos que tudo está bem quando na verdade, não.
Por que é tão difícil encarar os problemas de frente? É melhor se livrar deles, esfriar a cabeça e resolver tudo que precisa ser resolvido de que ficar prolongando o problema... Outros talvez apareçam, e já é difícil encarar um, imagina, encarar mais de um.
Talvez esteja tirando o seu tempo, mas é escolha sua ler. Pode acreditar, esse texto pode ou não te acrescentar, você lendo ou não, pouca diferença pode fazer em sua vida. Por isso, não é tão assustador assim, pensar que alguns textos tem conexão e fazem sentido e, outros não.
Mas se for para viver em paz, prefiro que ninguém saiba. Também não vou gritar por aí que tudo está bem e que tudo está ruim.
É viver, não é nada extraordinário nisso, é viver, andar por aí, tomar um sorvete, tentar fazer um.
É sentar na sala, ir a cozinha, fazer alguma comida, pedir alguma... É viver.
Depende se em cada linha eu transformo uma estrada em algo mágico que vá além e que possa se transformar em uma história de total sensatez.
Tenho receio de estar sendo pretensiosa em acreditar na minha inteligência. Mas me perdoe se deixei em você, a falsa sensação de mulher ou menina esperta e inteligente. Já que os próprios erros, os outros fazem questão de me fazer lembrar, eu mesma faço isso, isso te pontuar pontos positivos e qualidades que tenho... Que talvez essas pessoas não terão oportunidade de conhecer, por me julgarem antes de me chamarem para algum lugar ou simplesmente conversar.
Mas o mundo não quer saber quem você é, portanto não se assuste com os meus dizeres. Há pessoas e pessoas e todas, por algum motivo óbvio, irão e vão derrubar umas às outras. Eu só não sei te dizer quem vai ter forças e humildade para ajudar a levantar o outro no momento de desespero... Quando não existir mais nada forte o suficiente que sirva de suporte para uma mão ou duas, quando tudo estiver destruído.

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento
Tags: pensamentoshc

Não existe destino se faço escolhas.

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento

Me afasto de ti
Me protejo de mim
Desculpa-me a covardia
Depois daquele dia na esquina
Seu beijo me prendeu
Seu corpo me sufocou
E você me prometeu

Me afasto de ti
Me protejo de mim
Desculpa-me a sensatez
Depois daquele ano
Seu beijou roubou
Seu corpo escapou
E fiquei a esperar

Me afasto de ti
Sem pedir desculpa
Por tentar proteger a mim mesma
De todos os dias que você aparece
Depois desaparece
Como fantasma
Uma farsa de Romeu

Roubando meu beijo
Sufocando meu corpo
Prometendo um amor que nunca há...
Te digo Adeus
Depois de todos os dias de paixão
Que você me viu chorar
Por você e suas promessas vagando no ar.

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento

Acredito em muitas coisas, até mesmo em fadas se isso manter-me equilibrada. Não tenho receio de me encantar pelo brilho da imaginação, mas tenho medo de perder os meus pés no chão.
É preciso guardar muita coisa importante em sua vida.
Para alguns, objetos antigos ou até mesmo sem valor, tornam a ter valor.
Prezo muito por valores do Ser Humano e, não acredito em mudanças de um dia para noite. Venho aprendendo sobre o caráter e como ele nos acompanha até o final de nossas vidas.
Mudamos o comportamento, não o caráter. Somos capazes de mudar para conseguirmos o que queremos e, isso é normal.
No geral, os valores do Ser Humano são vários e todos eles fazem parte de um circulo forte de energia que nos sustenta.

Chances.
Penso em meus erros e, quantas chances os meus erros valem, por que é preciso pensar no outro, mas a partir do momento que eu mesma, sei que não há mais espaço para eles, o corpo automaticamente se afasta. Isso se chama cansaço.

"Nós não podemos nunca entrar no mesmo rio, pois como as águas, nós mesmos já somos outros." Heráclito de Efeso.

É tão óbvio. Temos que olhar para nosso rio e entender que por mais que a água pareça igual, ela nunca é. Nós mudamos.
Na verdade, o rio parecia ser mais divertido na minha infância, hoje ele pode ter vários significados e pontos de vista.

Em um momento conturbado de minha vida, alguém me veio ao ouvido e falou "não troque o certo, pelo duvidoso."
Entendi que no momento em que estava, o duvidoso era quem eu conhecia, e o certo era quem eu iria conhecer.
Venho aprendendo que talvez, não possa nem colocar meus pés no rio. Ele pode não existir mais.

Queremos o que é confortável, o que conhecemos. Isso não é mudança, muito menos amadurecimento. Amadurecer é sair da sua zona de conforto e ser desafiado até mesmo por ela... É! Por sua zona mais confortável.

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento
Tags: pensamentoshc

"Nós não podemos nunca entrar no mesmo rio, pois como as águas, nós mesmos já somos outros."

Isso é um dos guias mais importantes da vida, no meio de vários outros importantes e valiosos.

Heráclito de Efeso
1 compartilhamento

Não tenho mais medo de abrir e ser aberta assim. O vento fez perder isso, isso de sentir medo. Me deixaram em um banco qualquer. O vento vai e volta e, minhas folhas acompanham. Se batem, rasgam.

Mas posso me pegar e me guardar com os outros livros, e pegar com cuidado aquela que foi destruída pelo tempo, esquecida pelas pessoas, porém viva em cada página.

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento

O primeiro amor marca uma vida é uma dádiva, uma conquista que poucos conseguem. É o triunfo mais glorioso.

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento

Alex com todas essas frases de efeito uma cama de hospital é minha esperança. Esperança de não perder o sorriso de fingir que entre os corredores há pessoas com todos os tipos de doença. Não quero ser um caso de vitória para sacramentar frases de efeito. Eu não quero desistir, Alex, se fosse para escolher, sinceramente não saberia como. Não quero sacramentar o “estude enquanto eles dormem trabalhe, enquanto eles se divertem, lute enquanto eles descansam, viva o que eles sonharam.” Alex, a cada notícia positiva de um exame meu, para mim é uma luta, é uma vitória. Eles não pensam, somos casos isolados. Faz todo o sentido cores brancas e azuis. É paz. O fato de fazer uma biopsia me deixa isolada chorando pela dor e por tudo.
Não sei por que fazem isso, quando o tempo é uma ilusão. Pessoas não escolhem adoecer. Acontece. Não sou uma fracassada, meu corpo é dono de mim e eu não posso fazer nada.
Entre fraquezas e ataques de fúria, o que eu quero mesmo é sair daqui e voltar quando necessário. Parece que não sei mais andar, respirar por mim mesma, parece que a qualquer momento vou nascer de novo e ver o mundo completamente diferente. Não escolhemos, muito das coisas não escolhemos.

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento
Tags: pensamentoshc

Quando se perguntar qual seu maior sonho e, não pensar em nenhum, se tiver realizado todos.
Há problemas.

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento

Você acha que vai mudar? Que será tudo diferente?
Não!
Só bastam alguns anos. As pessoas não mudam rápido . Elas se adaptam e mudam padrões de comportamentos, adquirem novos conhecimentos e experiências, percebem que a vida não é o mundo egoísta individual dela. É pior... É um mundo egoísta coletivo.

Rafaela Hipólito
1 compartilhamento