Coleção pessoal de kplinios

1 - 20 do total de 329 pensamentos na coleção de kplinios

Esqueça o celular, concentre-se em sua vida, essa tem muita coisa a lembrar,celebrar e viver. Na vida temos pessoas fatos, momentos importantes que valem a pena dizer bom dia!. Acorde, vivencie o que vida te da de bom e de graça, sem pedi nada em troca, a própria vida, temos livre arbitrio e com este podemos escolher o melhor caminho, viver o sempre, um caminho sem fato novo e continuar sem direção ou seguir em paz, possibilitar novas ações e viver sim, mas o que é bom, ouvir a voz do coração. Esqueça o celular,você tem vida, não é um equipamento que te orienta, coordena, mas sim pode sua vida limitar.

Kleber Plínio
1 compartilhamento

Há quem se vanglorie por seu filho ser belo, ou por ser estudioso, ou por ser educado, e mais ainda por ter uma graduação. Vivemos uma época onde se produz e consome mais cosméticos no mundo, onde se tem mais de 150 milhões de usuários de celulares, aqui na minha região, o Nordeste, somos a segunda região do país que mais utiliza esse equipamento. Contrapondo-se a parte inicial do texto, naturalmente o ser humano deixou de analisar qualidade com obrigação, números mostram e demonstram como estamos antenados, pra não discorrer sobre o tema alienados, pois bem, estamos tão antenados que uma pessoa que se educa, que se gasta, com saúde, formação escolar, a maioria particular, onde essa pessoa tem toda as habilidades vitais, e que se diga não trabalha, somente estuda, que não move uma palha, que não tem limitações, a não ser a sua individualidade e excesso de mimo, de zelo dos pais, ao se tornar adolescente, é incapaz de ir a uma faculdade pública, expondo os pais a mais uma longa trajetória de cansaço, finança e felicidade, felicidade esta, que não sei onde se encontra, pois, o investimento educacional houve, a leveza no caminho, entre transporte, alimentação, acomodação, foi toda onerada pelos pais, mas que se conclua e reforce, obrigação não se deve confudir com qualidade, pontos inversos.
Por outro lado, vejo em caminhadas, em trajeto diário, alunos em escolas públicas, não se preocupando com o seu lanche, com a sua vestimenta, nem tão pouco com o seu transporte, tendo em vista que quase em sua totalidade esses alunos vão à escola caminhando , e que se diga, com uma alegria matinal invejável, costumo dizer que a marginalização não é algo próprio do mais carente, mas sim, dos falsos burgueses, que não sabem diferenciar obrigação de qualidade, e que sempre vêem o outro com errado, como algo inverossímil.
Absorvi todas as nuances humanas, porém, tenho muita cautela em afirmar o que é quem serve pra viver, obrigação é diferente de qualidade.
E com as absorcões é mister afirmar que o ser humano, falo de humano, não de máquina copiadora e individualista, é algo mais belo de ser vivido, pois dotados de sentimentos, emoções, inteligência e perspectiva, faz com que sempre esperemos algo de bom deles, outrossim os meros reprodutores e copiadores de ideias, se tornam previsíveis e repugnantes.

Kleber Plínio
1 compartilhamento
Tags: educação qualidade

Aos olhos modernos, Infelizmente, sociologia e filosofia do servem pra posts ou parachoque de caminhão, a sabedoria da vida é outra, está em redes sociais e/ou acompanhando ídolos, malandragem, o intelecto sempre inibido , vulto versus culto a imagem.

Kleber Plínio
1 compartilhamento

Antes era nada se cria, nada se perde, tudo se transforma; outro tempo control c + control v, hoje se é bom, espirituoso se printa e para quem gosta e entende é útil de alguma forma.

Kleber Plínio
1 compartilhamento
Tags: útil transformá

Quando se abdica de algo que você julga ser útil, importante em nome de algo ou de alguém que te faz bem, que retorna carinhos e dedicação; quando se escolhe viver de maneira simples, onde é inverso ao moralismo intrínseco televisivo, pra apena se dedicar ao que te faz bem, sendo a correição de valores, observando todo seu mundo, isso é maturidade, engana-se que a maturidade aprimora a razão, a maturidade permite a seleção, mas também permite viver o mais forte e sublime valor da vida - o amor.

Kleber Plínio
1 compartilhamento

Quando escondemos, maquiamos, mentimos, não perdemos alguem, a gente se perde e não se encontra, não se dá o valor ao que recebemos e ao que se tem.

Kleber Plínio
1 compartilhamento
Tags: esconde maquiador

Sempre há um sol quando acordo, a noite se foi, nesta ficou sonhos e pesadelos, o Sol.
Querer é poder! Mas será que tudo que eu quero eu consigo? É o que eu posso é o que quer. Dúvidas, o que possuo e posso, nao esta sendo conduzido como quero, a dúvida.
Se o que eu posso eu não estou fazendo, sendo esse nao fazer por motivis alheios e/ou por minha condição, deverei agir com as dificuldades e possibilidades. O poder.
Se não tenho força ou vontade modificar a vida, terei que a vida me modifique. Sendo passageiro desta. Acomodação.
Se os fatos, acontecimentos e ensinamentos, não posso mudá-los, permito
então que esses me modifique. Insight.
Sempre haverá o conflitos dos contágios, por diversos momentos em nossa vida, mas a sabedoria e maturação irá reconcilia-los.
É a sabedoria nata das possibilidades e adaptações, recomeço. 
Por certo não será do jeito que eu quero, 
mas será do jeito que pode e me proponho a viver.
O som da vida ja nao é criado por cordas vocais, mas harmonioso com sistole e diastole. Coração.
O coração sempre haverá e tentará se descobrir, o movimento próprio da vida. Tentar, errar, teremos quedas com elas feridas aparecerão, mas se a gente obedece a regra da cicatrização não teremos que retomar pra corrigir, ou sanar o que já está com uma nova derme.
E assim será acordarmos sempre com o Sol, sempre melhor nos nossos dias, se a ferida cicatrizou, parou de sangrar, já não machuca, a ferida existiu, a cicatriz não vai deixar de existir, mas não teremos que lidar com ela pra sempre, somente teremos um jeito, um modo diferente de lidar, perceber com ela, assim são e serão os problemas. Assim é a vida.

Kleber Plínio
1 compartilhamento
Tags: querer poder

Mesmo com tentativas em vão, assim como foi e será o retorno, dei muito e recebo pouco, mas quem disse que é exato, uma equação.
Se tudo for imperfeito, mesmo que não seja a mais bela obra de arte, temos imperfeições.
Teremos desafios, alguns teremos maturidade para resolver, outros agirmos por instinto, cansaço, mesmo que este venha, não abate.
Haverá portas fechadas, caminhadas árduas, e mesmo acumulando “nãos”, e quantos sim quando queriam dizer não, certamente tropeços e frustrações.
Por vezes, vezes, mas mesmo assim, teeemos momentos que nos darão vontade de não parar de eternizar.
Muitos você não agradará, alguns nao terão o passado resolvido, teremos abraços prontos a te amparar, olhos e sorrisos trocados sem vergonha, vê sem nada pedi em troca.
Vou silenciar, aliás vou falar, digo com muita garantia, gosto de escrever de fazer verso.
Mas quem disse que toda escrita é válida e pra quê se a vida é como uma poesia?!
A vida tem tons, musica, às vezes tem tom de chopin, às vezes Jojo, ou seria um arco íris, com as cores de Leonardo da Vinci.
Mas certamente sempre concordaremos em um ponto: a vida é bela, é linda. E que para ser ainda mais bela, dê a ela o seu melhor sorriso o maior entusiasmo, onde não se enverga, onde se entrega. Daremos a vida o melhor brilho, que tudo há de clarear. Assim será.

Kleber Plínio
1 compartilhamento

A noite já não o tranquiliza. Ele era metido a durão, onde tudo era racional, havia explicação, problemas sempre teria que ter solução.
Acorda não mas pensando somente nele, será que a emoção, o sentimento tornaram-no frágil, percebe-se nele uma pureza, algo não habitado a tempo. Nele há um sentimento familiar, a necessidade de ser, ter e está em um lar.
O underground já não te pertence, o blues, o lirismo, convive com o axé, risos, música sertaneja, que ontem era melodia de bar, mas o sorriso caricato de quem não sabe o porquê, mas não quer entender, faz que essas mudanças o tornasse humano.
Dizer-lhe que talvez nao tenha tempo, local ou ate mesmo maneira de falar o quanto o amor deixou-lhe leve, não são palavras, são ações, aspirações, sonhos e preocupações.
Amo, e não sei se consigo dizer, não sei se consigo mostrar e demonstrar, mas existe.
Se vou partir é porque a ti não me prendi. Se fui, foi porque não me impediste de ir.
Não sei explicar, comparar, mas é grande, não mostro só sei ser. Digo e brado por diversas vezes e locais, amo e como é grande meu amor por você.

Kleber Plínio
1 compartilhamento
Tags: amor grand3

Quando aprendi....
Que eu pensava que sabia
Mas não sabia quase ou nada 
Que preciso observar e muito aprender
Que a vida é curta, passa, a vida é alegria
Que devemos viver e o tempo perder.

Quando percebi....
Que nem todo desejo é possível 
Que na vida existe o não
Que nem sempre devemos sorrir 
Que a vida cobra, ensina, limita a ação
Que dificuldade existirá, mas nunca devo desistir

Quando entendi....
Que se aprende com a dor ou o amor
Que a dor ensina a viver
Que na vida trilhamos nosso caminho
Semeadura, plantamos, vamos colher.

Quando descobri
Que há dificuldades no viver
Que na vida não teremos somente alegrias.
Que teremos perdas, teremos dor
Que tudo passa, mas a tristeza termina
Passa, basta sentir, quando começa o amor.

Kleber Plínio
1 compartilhamento
Tags: aprendi entendi

Resiliência, credibilidade na força interna e espiritual, sabendo que somos capazes de ser o que queremos ser, algo simples , raro, mas normal.
O resiliente, é menos resignado, é um sibrevivente, guerreiro nato, sempre busca a simplicidade, a harmonia e a transferência, jamais a perfeição, algo que beira a ignorância humano, tendo em vista que somos, a imagem do perfeito, não o próprio, tenta--se a evolução e a melhor qualidade espiritual, aceitando e corrigindo o próprio eu e o defeito.

Kleber Plínio
1 compartilhamento

Ontem fez-se a pergunta, como sabemos quando amamos alguém, quando existe o amor? A reposta foi que na vida, temos defeitos, essa paridade sempre existirá, alguns serão observados, corrigidos, outros somente esquecemos, porém por amor, conhecemos e reconhecermos e deixaremos claros à quem a vida nos deu como amor, ao reconhecer ai sim premiará o amor e o seu real significado, sendo os defeitos alocados em locais não mais percebidos, está vazio é a única forma de se doar, sendo a gente só sabe que e quando ama alguém, ou melhor só temos o direito de dizer a outrem que o amamos depois de saber, perceber o perdãoe certamente depois de saber o valor e de dizer infinitas vezes eu perdoo você.

Kleber Plínio
1 compartilhamento
Tags: defeitos pergunta

Quantas vezes dizemos que fizemos a melhor escolha, e que está será a que nos fará feliz.
Certamente quando percebemos o conceito de felicidade, torna a vida mais leve, possibilitando nos conhecermos, concluindo que poderemos não somente fazer escolhas, mas aceitar que a vida é simples, bastando seguir o coracao e no que se acredita, Quer seja essa crença benéfica ou maléfica a um determinado grupo, somos sociais e sociáveis.
Acredito que alguns nao consideram simples viver, porem em conformidade a definicao, vivemos com as crencas. Poucos serao capazes de compreender a conclusao de uma pessoa viver feliz todos os dias, a felicidade pra muitos é uma questão de está e não de ser porem a felicidade nao pode ser tratada com um bumerangue que vai e vem, entra e sai da minha vida, sendo assim um fantasma, uma fração emocional. A felicidade é uma escolha, nao opção,é uma crença.
Afirmo que a felicidade é a soma, é o produto da selecao maturada de pensamentos e atividades no nosso cotidiano, sendo esta a forca que movimenta meu corpo, que deixa minha mente leve, que me faz sorrir, saudo cada dia com alegria.
Somos e estamos sempre sob desafio e metas, porem escolhi a abertura, está alerta para a felicidade suas possibilidades. Estou feliz! A vida é meu dia.
A felicidade é traduzida em sorriso, quantas vezes afirmei que a boca é a porta da alma, sendo o sorriso o cartão de visita. Afinal, ele é a arma mais poderosa que possuo. Com ele construo laços, transmito paz, rompo barreiras e certamente acalmo situacoes adversas, usarei-o com a constância, sem perceber estará sempre presente, darei sem pedir, não por ter piedade ou dó. Demonstrando assim a alegria que entederam o que espero receber de volta, e fazer feliz quem se permitir e estiver ao meu redor.

Kleber Plínio
1 compartilhamento
Tags: felicidade sorriso

Ser sábio é saber que não se sabe de tudo, é ser humilde, é saber que não sabe, mas sim saber que ser esperto é sempre tolo, pois a maneira mais segura, certa de ser enganado, de errar é pensar que sabe de tudo e julgar-se ser mais que os outros.

Kleber Plínio
1 compartilhamento

Ontem, por motivos inexplicáveis, talvez criação mental ou resquício do já vivido, houve uma interpretação pareada em devaneios, trauma? Embates constantes, fazem endurecer o coração e fragilizar a relação, última tentativa, os personagens são foram parceiros de outros e não conseguiram se estabelecer, orgulho? Dificuldade de relacionar-se?
Eu te seguro pelo o rosto, pedi a você calma, organizo as suas ideias e ordeno que sejas esperto e jamais se percas, ou talvez que me perca, e seja feliz.
Asseguro-te, entenda, podemos não ter tudo que beire o conforto, o que seja usual, modista, meu estereotipo é avesso aos padrões de beleza, que distância! Porém, recebemos e temos tudo o que duas pessoas precisam para ser feliz: Realizamos viagens sem saímos do lugar. Damos muitas risadas juntos, apesar de ter diminuído demasiadamente. Brincamos com o nosso corpo, como falo com a minha carcaça, admirando o outro desde o dedinho do pé até onde cada um chegou sozinho. Percebemos a importância de batalhar, planejar e realizarmos nossos sonhos, sendo estes jamais despertados, interrompidos antes do intervalo matinal e claro dizemos que o mundo está maluco. Por não dizer que não perfume do mundo melhor do que o cheiro do outro, do cheiro do pescoço a nuca do outro no final do dia. A gente se reconheceu após anos, reencontro, sei que nos encontramos quando nos vimos pela primeira vez na vida.

Kleber Plínio
1 compartilhamento
Tags: cheiro pescoco

De nada vale lutar se não sabes qual é o objetivo. Ser vencedor não é somente nao ser derrotado, mas sim saber que lutou até o fim e caso não tenha alcançado a meta, sabes que tentará a lutar enquanto estiver vivo.

Kleber Plínio
1 compartilhamento
Tags: vencer objetivo

Quantas vezes buscamos nos outros virtudes que estas não possuem?. Grande erro, talvez o maior deles, pra enxergarmos tais, devemos que cada pessoa, assim é a personalidade, tem suas virtudes, observar sempre os outros e esquecermos de aprimorar, demonstrar as nossas é por certo falta de maturidade.
Certamente o erro é mais fácil de observar, este é mais de encontrar do que a verdade, atualmente verdade é caso raro.
O erro, por mais que se viva e muito nao aceitem, está sempre próximo, visível na superfície sendo fácil, quandi se quer, erradicá-lo.
Já a verdade, apesar de nao considerarem absoluta, pois ê por diversas vezes confundida com a razão, essa é algo que se constrói com os valores, com o amadurecimento, com as relações humanas, com a convivência. Essa é de grande valia, não tem hora nem lugar. O erro afasta, a verdade aproxima, mantém, é evidência.

Kleber Plínio
1 compartilhamento

Paixão, rapidez, imagina-se que teremos tudo que gostaríamos ter.... sei o que me prende a você..
Passa ao tempo, estou ao seu lado, acontecem coisa que nao posso dizer.. realidade, não sei o que estou fazendo com você.

Kleber Plínio
1 compartilhamento

Seis da manhã, acordo, a noite me faz esquecer minhas debilidades fisicas, consequencia de problemas motores desde o meu mascimento sou normal, alias sou especial, quantos tem todos seus membros, possuem toda a agilidade e nao agradecem o dom da vida?. A minha trajetória diária envolve o acordar, graças a deus mais um dia, fazer minha alimentação, deixar as coisas limpas e arrumadas, obviamente com as minhas limitações, pegar ônibus e ir treinar, quando treino, faço corrida, melhor dizendo atletismo, sinto-me super homem, entendo de vez porque sou especial, tantos tem tudo e não fazem nada de bom acontecer, copiam tanto os que outros fazem que se esquecem o seu original.
O dia a dia é corrido e de quem não é?. Nasci em uma família humilde, tenho que trabalhar, estudar, alguns olham como desafio, a mim isso se chama obrigação, sobrevivência, já não vir ao mundo com os membros perfeitos, mas se foi me dado o dom da vida, enquanto aqui estiver torno meus dias alegres, percebendo todos e tudo perto de mim perfeitos.
Quantos não são atletas diários, largam sua casa, seus filhos pra batalhar e trazer algo pra dentro de casa.
Hoje me olham com admiração, alias exemplo de superação, eu via digo, não sou admiração ou superação, como disse bom de família humilde, filho de mae solteira, eu sou sim gratidão.
" A vida é um quadro, onde o desenho, as tintas, a tela e principalmente a moldura somos a que escolhemos, depende de nós, torná-la boa, fácil ou dura."

Kleber Plínio
1 compartilhamento
Tags: superação geatidao

Amanheceu , percebi que fazem 48 anos de existência aqui no universo, percebi fiquei mais velho, fiquei não estou, o anos me forjaram, deixaram-me com a dor e alegrias, foram poucas, uma pessoa que sabe o tempo de seguir, parar e recomeçar, hoje acordei, melhor amanheci é meu aniversário.
É o dia que devemos cada ato e fato, cada palavra proferida, ouvida, oh vida, dia que olhamos no espelho e vemos a nossa imagem, as marcas de nossas experiências, das mais diversas algumas maravilhosas e outras por vezes, nem tanto, nem vale lembrar. Obviamente surge ou insurge, o momento saudosista, apendido com as comparações, passado, presente, perfazendo-se um balanço, analisando o que fizemos foi o certo ou errado. É a idade.
Ao olhar- me no espelho, percebi que eu havia perdido cabelos, alguns cãs o corpo afora do estereótipo da beleza desejada pelas mulheres, é ao me olhar no espelho, percebi que nao havia nada de especial a oferecer aos que tencionam algo especial, algo lindo e maravilhoso, mas a mim foi mostrado alfo extraordinário;
eu estava muito mais velho ainda, 
talvez muito mais do que deveria,
porque no espelho eu refletia
a imagem triste e cansada
sem o mesmo viço antigo, porém eu percebia que havia, motivos pra enfrentar, continuar, não sei por quantos anos, mas enquanto aqui estiver e me.for permitido, simplesmente viverei. Momento de imparcialidade.
Não há como de ímpeto, sou impetuoso, separar, sulcar o pano fino
que me separava do passado.
Aguns momentos chegam, tempo assombroso.
Lentamenete, sem pedir, surgem antigos rostos, vinham belos a sorrir saudades,
Isso tá ficando velho,
Há na ruptura paisagens, como temos algo semore guardado, seríamos uma baú? Com qual profundidade e tamanho? Fundo.
Bem distante, ouve -se melodias, sopros.
Música, cresci ouvindi-as, hoje se tem berros, mas nao chega a ser traumático.
Por certo escuto cantos, repetidos e nostálgicos dos espectros e aapectos das vidas passadas. Viver é bom, escolhe-se a forma e a dificuldade.
Anos passando, quantas fases, somos homens de fases,fases que vão e vem! Parece ser tudo óbvio, no entanto tudo é percebido como fato do destino! Pode ser? Várias dúvidas, questionaments. As dúvidas sempre nos afogam com indagações, se era para ser assim ou poderíamos ser de outro jeito. É sabedoria, não antiguidade.
Logo pervebemos que temos que tocar a vida, é ciclico, iniciaremos mais um novo ciclo, por certo, teremos outras surpresas, alegrias e escolhas, é a vida, prontos para um novo recomeço.
Este é meu parabéns, esse é meu dia, amanheceu 48 anos, Felicidade.

Kléber Plínio
1 compartilhamento
Tags: felicidade