Coleção pessoal de karolinearaujo013

Encontrados 12 pensamentos na coleção de karolinearaujo013

BASTIÃO E SUAS MULHERES
São Sebastião é cidade pequena
E de muita mulher bonita
Começa da dona Gení
E vai até dona Concita.
Tem dona Zilda e dona Zilma
Tem a dona Tereza e também a dona Chica

Bastiãozinho eu posso chamar
E dizer que é lugar de mulher faceira
Tem mulher casada,
Tem mulher solteira,
Tem menina moça,
Tem mulher viúva, tem mulher sendeira.

A Claudia do tio Jiló
Cortou os cabelos e ficou maior
Apesar de ser baixinha, igual a Irineia e a Dona Filó.
Igual a Maria de Fátima, igual a Leoneide do Coló.
É tem muita mulher baixa, não se pode confiar.
Essas baixinhas são zangadas, te mandam ir pastar.

Conheço a Rosinalva
Mae de três moças bonitas,
A Naza também fez três
E além delas quem também três fez
Foi a Corrinha do Gerson e Iraneide irmã da Lebica.
E tem as que não fizeram meninas moças pro Bastião,
A Regina, a Wada e a Expedita.

Dona Cleonice tem muitos filhos
Muitas filhas têm dona Consola,
Imagine a dona Nonata do Julião
A professora Wanda do Duduzão
A dona Zefa do Miguelão
E a dona Tonha do Luizão
Ê mulheres do Bastião, mulheres que fazem história.

A dona Ilda na melhor idade
Não a vejo reclamar.
Muito menos a dona Lina,
E nem mesmo a Lucimar.
Boto é fé na dona Raimunda Rodrigues
E na Vanuza do Dimar.

A Tonha do Civaldo é minha tia
À quem tenho muito respeito
Igualmente com a tia Coraci e a tia Dedé,
Essas moram no meu peito.
Também tem a tia Nair,
E é com pessoas assim, que gosto de me divertir.

Eu falei de mulher pequena,
Mas aqui tem também umas grandonas
Parecem umas modelos, na verdade são umas damas
Exemplo delas é a Josileide, a Janes do Elias e a Tatiana.
Também tem a Ana Jaira, a Ana Rubia e a Luana.
Tem a Núbia, a Toinha do Zomim e também tem a Daiana.

As mais belas professoras desse país
Moram em São Sebastião
A Veró, a Leó e a Jeane
A Luzirene, a Eglisnete e a Ione
A Cassí, a Patricia e a Gesiléia,
A Juliana, a Walda e a Daniela.


As que um dia me ensinaram
Sou muito grata a vocês
Não esqueço da professora “Ked”
Foi quem me deu aula pela primeira vez
Minha primeira professora
Já não mais vive, mas uma marca em minha vida fez.

Admiro muita minha madrinha
Filha de dona Tereza
Seu nome é Adalligia
Uma mulher de muita beleza
Ela é irmã da Adalzira e também da Adalcira
Com elas não tem tristeza.

Eu tenho orgulho dessas mulheres
E muito mesmo da Terezinha,
É pra mim como se fosse uma mãe.
Me orgulho também da Lausinha
Tem criado seus filhos com muito esforço
Igual também tem feito a Osmarina.


Tem muita avó bonitona nessa cidade
A Leonete, a Antônia Carvalho e a Vilmeide
A Eva do Juarez e a Meire do João do Leite
A Maria, a Nilda, a Amparo e a Edna.
A Divina, a Nena e a Dona Paixão.
Essas são cheias de amor, ê mulheres do Bastião.

Nessa cidade tem a dona Raimundinha do “Abdom”
Nessa cidade tem a dona Beleza
Tem Marias, tem Joanas
Tem Raimundas e Terezas
Tem Lourdes e Tem Brancas
Tem Alines e donas Pretas.

Mulheres com o nome diferenciado
Encontram-se aqui
Dona Antonia, dona Antoninha
E minha prima tão amada Lucelí.
Dona Judite, Maria Pequena
Dona Jovita e dona Tarci.


E em São Sebastião
Quem não conhece a Irá?
Afinal, aqui todos se conhecem
Conheço a dona Deíde e a dona Tiá
A Solene e a dona Neuza
A dona Zenilde e a dona Creuza.

Muitas são conhecidas
Pelo seu lindo sobrenome
Dona Santana, dona Conceição
E a dona Trindade, avó da Elane.

Minha vizinha dona Gorete
É mais uma das avós tão belas
Junto com a dona Adilina
Com a Tantinha e a dona Célia.
Junto com a dona Côca e a dona Gerú.
Junto com a dona Dinalva e a Nara Uruçu.




As mulheres que residem nessa cidade
São de muito charme e encanto
Falo da Rosena e dona Francinete
Dona Clotilde e dona dos Anjos
Falo da Evilene, falo da dona D’Jesus do Satú
Falo da dona Raimunda Coqueira e dona D’Jesus do Artur

A dona Luzia da rua Araguaia
Fez filhos que dão orgulho pra si
Igual a Vitalina e a Dona Vilma
Igual a dona Jubilina e a dona Carmecí
Igual dona Rosaria, dona Genisia, e dona Paizinha
Igual dona Nega, Comadre Wanda e a dona Pretinha.

A Maria Eunice muito trabalhadeira
Sempre deseja que Deus abençoe a gente
A Hosana, a Bibita e a Barbara
Têm o dom de deixar-nos contente
Igual é dona Aldaíra, dona Otacília
A dona Julieta e Maria Sirene.


Ouço muito falar na Dona Docilda
É escritora e já li um livro seu
Já vi a dona Dilú, a Silvia e a Thupí
A Lucileide, a Maria Alice e a Marli.
A Lucia, a Jarle, e a Thaís
A Milene, a Kátia e a Laís.

A Marinalva a Larissa e a Joseane.
A Leide, a Nice e a Roseane.
A Doriana, a Andreia e a Taiane.
A Marcia, a Mirela e a Simone.
A Amanda, a Bete e a Marcela Gideane.
A Alcione, A Ivanilde e a Nayanne.

Em São Sebastião tem a Dos Santos e a Santa
Em São Sebastião tem a Dioro
Em São Sebastião tem a dona Princesa
Só faltou a dona Tesouro
Mas no entanto, tem dona Virgem
E tem a Moça mãe do cheiroso.


E também tem dona Graça
Dona das Dores e dona Aleluia
Tem a dona Aparecida e a dona Deusa
A dona Xiroca e outras muitas.
Nessa cidade só tem mulher guerreira,
Muito decentes e trabalhadeiras.

Ainda tem aquelas,
Cujo nome representa uma nação
É a França, a dona Irmenia (que Deus a tenha)
É a Sebastiana, representando nossa querida São Sebastião.
Tem as que em letras de músicas são citadas
A Leidiane, a Malena e a tão famosa Samara.

Ê mulheres do Bastião
Não tem tempero que supere o de Vó Dica
Que superasse o da Vó Gilda
Pense numa gostosa comida, feita por essas mãos.




Nossa cidade é pequena
Como do Luciano Huck o Nariz
Com mães da fé gigante
Com mulheres sempre amantes
Apesar do sofrimento constante
Que passa nosso país.

Mas mulher bonita mesmo
É na festa do peixe que a gente vê
A Leila, a Maura, a Marlene
Essas encantam você
E a Eliete, a Ivone e a Rosa
Juntamente com a Oneide, a Cleide e a Cota?

A beleza que vem dessas rainhas
É de muito esplendor
A da Silvana, da Glorinha e da Paula
Essas encantam e espalham amor
E a Dona Fátima, a Samira e a Lucélia
Junto com a Raquel, a Salú e a Isabella.


Já falei o nome de algumas amigas
E de outras quero citar
É a Raniela, a Sibelly, a Ilavia e a Roziane,
A Jaqueline, a Camila e a Fabiane,
A Joelene, a Carol, a Sarana e a Dilmara
A Tatiele, a Ranubia, a Hávila e a Lara.

Tem a Keyla e também a Laurenice
Tem a Juça, a Isaura e a Vanice
A Ana Clécia, a Zuila e a Juceli
A Marcela, a Vandete e a Sueli.
A Tina, a Aline e a Nayara
A Andrielma, a Gisele e a Jaciara.

Agora quero falar de alguém que já não está entre nós
É minha avó, chamava-se Jacira, dona Cirô
De quem não lembro nem mesmo a voz.
Mas que vive no meu coração e no da minha família
Morreu, deixou saudades, faz parte das nossas vidas
Já se foram tantas, deixaram histórias, foram nossas amigas.


E como não sou Jesus Cristo
O nome de todas não vou lembrar,
Mas a cada mulher do Bastião
Com estas palavras quero homenagear.
Admiro as que conheço, e que Deus as abençoe
E as que não conheço, que Deus também possa abençoar.

E eu também sou mulher
Sou filha do Bastião
E me orgulho em dizer,
Que a mulher mais bonita que vocês possam ver
Que já pisou nesse chão
Chama-se Maria do Socorro, mulher que mora no meu coração

Essa dona Socorro é minha mãe
À quem em especial, principalmente dedico essas palavras.
Me deu amor, me cuidou, à ela sou muito grata.
Sortudo do meu pai, que numa ida pra jogar “barai”
Conheceu até então do Buriti, a mulher mais gata.
E pra alegria do Bastião, meu pai conquistou seu coração e ela veio pra cá morar.


Então é essa a história do Bastião e suas mulheres que eu tinha para contar.
Longe do Bastião a gente não consegue viver
E enquanto vida nós ter
Não vamos em outra terra sofrer
Ê Bastião e suas mulheres, todas muito bonitas
Felicidades pra nós e muito sucesso em nossas vidas.















NASCIMENTO, Karoline Araújo. (Outubro de 2016)

Karoline Araujo Nascimento
1 compartilhamento
Tags: karolaraujo013@gmail.com

Menina que se apega rápido, que faz muitas coisas pra agradar. Ora por quem ama, não sabe a hora de desapegar.
É sou eu!

KAROLINE ARAÚJO NASCIMENTO
1 compartilhamento
Tags: karolaraujo013@gmail.com

“Você lembra aquele dia em que disse que me amava e eu fiquei calada? O silêncio da minha boca naquele momento gritava meu amor por você. Eu só sabia te amar. Você falou, e por mais que eu quisesse, nunca me amou.”

Karoline Araújo Nascimento
1 compartilhamento
Tags: karolaraujo013@gmail.com

“Me intriga essa seu pouco-caso misturado com essa afeição.”

Karoline Araújo Nascimento
1 compartilhamento
Tags: karolaraujo013@gmail.com

“Minhas emoções são tão bobas. Meus suspiros tão verdadeiros. E os meus desejos... ah os meus desejos... prendem-se em querer que pelo menos por um minuto, tudo aquilo que eu vi e vivi fosse mentira.”

Kaoline Araújo Nascimento
1 compartilhamento
Tags: karolarauj013@gmail.com

Poderíamos casar, teríamos um apartamento, tomaríamos café as cinco da tarde, discordaríamos quanto a cor das cortinas, não arrumaríamos a cama diariamente, a geladeira seria repleta de congelados e coca-cola, o armário, de porcarias, adiaríamos o despertador umas trinta vezes, sentaríamos na sala de pijama e pantufas, sairíamos pra jantar em dia de chuva e chegaríamos encharcados, nos beijaríamos no meio de alguma frase, você pegaria no sono com a mão no meu cabelo e eu, escutando sua respiração. Eu riria sem motivo e você perguntaria porque, eu não responderia, saberíamos.

Caio Fernando Abreu
88 compartilhamentos

Há um sorriso no rosto dela. No coração há lembranças. Na sua intimidade ela chora, lembra de quando seus risos eram de verdade.

KAROLINE ARAÚJO NASCIMENTO
1 compartilhamento

Confie em Deus. Confie na Mãe de Deus.
-Aqui passou Jesus. Aqui é uma terra santa.
-Aqui Jesus foi gerado. Aqui é um ventre sagrado.

KAROLINE ARAÚJO NASCIMENTO
1 compartilhamento

Não se preocupe tanto. Deus sabe de todos os teus caminhos, e na hora certa vai te conceder o melhor.

KAROLINE ARAÚJO NASCIMENTO
1 compartilhamento

Tenha medo de me fazer cair.
Se isso acontecer, levantarei mais forte.
Se isso acontecer, saberei me prevenir.
Se isso acontecer, evitarei você.
E assim, só meu perdão ainda irá receber.

KAROLINE ARAÚJO NASCIMENTO
1 compartilhamento

Você é o que é: homem ou mulher. Nunca deixará de ser o que Deus fez nascer.

Karoline Araújo Nascimento
1 compartilhamento
Tags: karolaraujo013@gmail.com

"Coitado daquele que pensa que por méritos obtidos alcançou moral. Moral não se dá pelo que tens ou és, mas sim pelo errado que tu não fazes e pelo certo que tu tens feito."

Karoline Araújo Nascimento
1 compartilhamento
Tags: karolaraujo013@gmail.com