Coleção pessoal de joakuimsilva

61 - 80 do total de 214 pensamentos na coleção de joakuimsilva

Quem sou eu?
Sou a vida acontecer no seu movimento constante, sempre em crescimento e em nada definitiva. Gosto de acordar numa renovação diária,com a certeza de que a cada momento me transformo. Cresço. Aprendo e supero-me. Sou feita de contrastes como todos os seres humanos. Sou o ser. Sou o amor. Sou a vida.

Joaquim Silva

O maior mal de um ignorante é a teimosia, a teimosia paralisa, e o orgulho empobrece,é triste....o valor de um amor nao se pode comprar,onde estara a fonte que esconde a vida, raio de sol nascente brotando a semente, quantas noites chorei e implorei por teu amor...mas tu nao das o valor devido, e nem te preocupas com o meu coraçao...argumentas com outras razoes!!como se essas razoes pudesse compreender um coraçao, um amor.

Joaquim Silva

Sabes posso te ter dado todos esses sentimentos maus, que te magoaram desiludiram, mas também tem outros que te enche de alegria, que te preencheu o coraçao e preenche embora com muita magoa, agora todo esse amor que nos temos um pelo outro,nao da para nutrir sentimentos como hostilidade,ciume, medo,culpa,depressao essas sao emoçoes toxicas. Importante ,onde ha prazer, ha semente da dor e vice versa. O segredo é o movimento na direcçao do que te faz vibrar nao ficar presa na dor, uma das mais seguras demonstraçoes de amor é compartilhar pensamentos e sentimentos...amar é querer compreender o que o outro pensa, o que pensa de si mesmo e do mundo que vivemos, onde as palavras por vezes falham e algumas atitudes, é reconfortante saber que existe outros meios vitais e convincentes de nos alimentarmos...agora o meu coraçao fizeram-no de carne e sangra todo o dia..também sei que é muito dificil fazer a tua cabeça e o teu coraçao trabalharem juntos, sabes muito bem que eu preciso de ti, e muitas das falhas da vida acontecem quando as pessoas nao percebem o quanto perto estou e querem deitar a toalha ao chao,dificil nao é lutar por aquilo que se quer,e sim desistir daquilo que se mais ama...beijo

Joaquim Silva
1 compartilhamento

uma resposta
Sim... os teus olhos as janelas da tua alma e a boca a porta...
Sim... a tua casa é pequena mas com espaço para muita coisa... basta deitar fora as velharias que ganham, incomensuravelmente, pó, esperando que sacuda esse pó... alguém abra as janelas e deixe arejar as divisões... e te renove o ar que se respira!!!
Sim... as diferentes divisões do teu coração estão abarrotadas de tentativas... receios...guardando amontoadas intermináveis das mais vulneráveis expetativas... faremos das incertezas, certezas... das expetativas, concretizações, faremos das tuas vulnerabilidades, forças... limparemos juntos essas divisões... tornala-emos nossas... dar-lhe-emos o nosso sentido de vida...faremos dela o conforto do nosso ninho... do nosso amor... do nosso Éden!!!

Sim, tenho a mais absoluta certeza... e sim, entrarei com a calma de uma brisa de Primavera que te sopra ao ouvido e te arrepia o pescoço...
Sim... na sala encontrarei centenas de filmes... que te continuarão a fazer rir e chorar... no conforto do meu braço...ombro... peito...!!!
Sim... encontrarei musicas que embalaram altos e baixos mas que agora nos farão dançar, agarrados um ao outro numa fusão de carne e espírito, como um só!!!

Sim... na cozinha sentirei o cheiro de muitos jantares... jantares que celebraremos...a 2, a 3, a 4, em família, com os amigos... os jantares que elaboraremos juntos, com uma pitada de sal... amor... carinho!!!
Sim... os temperos que ja não suportas, vou dar-lhes outros usos, outras cores, outros sabores, outros sentimentos, que iras aprender a amar... a desejar!!!
Sim... encontrarei velas apagadas que nos darão luz quando comermos à luz das velas... dar-nos-ão luz e calor... momentos a 2 que nunca esqueceremos!!!
Sim... encontrarei talheres que alimentaram outras bocas e, taças, que embriagaram outros corpos... talheres que alimentarão nossas bocas, outras bocas... taças que embriagarão nossos corpos, outros corpos!!!

Sim... a casa de banho esconderá o cheiro de perfumes, sabonetes e loções, quanto de deceções... deitemos fora esses sabonetes, essas loções e substituiremos esses por nossos e novos... encheremos a nossa casa de banho de abundantes e estonteantes cheiros... das nossas loções e sabonetes... dos nossos perfumes... das nossas essências!!!
Sim... a água do chuveiro já lavou outros suores e o espelho ja refletiu dias melhores... o chuveiro lavará nossos suores... dos nossos corpos... dos nossos momentos de paixão e de entrega... de prazer carnal.. de prazer sentimental e lavará nossas peles... e o espelho, esse refletirá os nossos apaixonados espíritos, num sorridente e estonteante reflexo da nossa verdade, do nosso amor!!!

Sim... o quarto do teu coração é a divisão mais desarrumada guardando um tanto de lembranças boas, como de amores despedaçados... cacos que te ajudarei a colar, a arrumar, a deitar fora, a substituir por memórias nossas, peças nossas, formas nossas!!!
Sim... prazeres que daremos um ao outro...que receberemos um do outro... numa mais que perfeita e idílica simbiose de corpos e mente... lágrimas que partilharemos e alegrias de dividiremos!!!
Sim... livros de cabeceira que leremos e reescreveremos juntos... que relatarão as nossas próprias aventuras... roupas nossas por todos os lados, frutos das nossas mais devaniantes loucuras e momentos de paixão... noites em que seremos felizes, noites em que quererás dormir para no meu corpo, enroscada acordar... com os meus lábios a rodopiarem nos teus e os bons dias te dar... outras em que não quererás acordar com medo do nosso amor, dum sonho se tratar!!!

Sim, tenho... Sim, caminho..
Sim... la verei o que para mim és... o que somos!!!
Sim... la colheremos o que plantaremos... la beijarei o teu dedo, chuparei a gotícula do teu precioso sangue, quando numa perfeita rosa te picares...sim,porque até a mais perfeita rosa tem espinhos!!!
Sim... serei a água... a adubo...o calor e o amor que tão urgentemente necessitas!!!
Sim... não sou jardineiro mas darei todo o meu carinho e amor, todo o meu calor, todo o meu suor, toda a minha pele e calos, o meu melhor, sempre...enquanto minha pele, meus ossos permitirem e vida escoar em mim!!!

Sim, quero essa responsabilidade, esse cargo... esse pedaço de céu que é o teu jardim!!!
Sim... varreremos junto o chão, lavaremos juntos os pratos e pintaremos juntos as paredes com as cores do nosso amor!!!
Sim... estarei disponível para te ajudar na troca dos moveis...com a nova decoração!!!
Sim... carregarei contigo todo o lixo para fora!!!

Sim, quero, do fundo do meu coração, de todo o meu ser, mais que tudo... habitar o teu coração!!!

SIM, cuidarei...é a nossa casa!!!

Joaquim Silva
2 compartilhamentos

Se os meus olhos são a janela da minha alma, a minha boca é a porta, e os beijos que te dei a chave. Reparaste bem na desarrumação quando entraste!! Pensaste bem? A casa é pequena mas há espaço para muita coisa. As diferentes divisões do meu coração estão abarrotadas de tentativas. De receios, e guardam amontoados intermináveis das minhas mais vulneráveis expectativas.
Agora passado este tempo de teres entrado , reparaste, ou já pensaste como ficou a sala do meu coração?
Na cozinha, és capaz de descrever como ficou?
O quarto do meu coração é a divisão mais desarrumada, és capaz de o descrever?

Joaquim Silva

Felicidade, isso depende apenas de nós.
Nem todos podem ter um final feliz, mas é a jornada que importa, não o destino.
O sentido da vida é ter uma vida significativa.
A diferença entre o ordinário e o extraordinário é apenas um pouco mais, o extra.
A felicidade é uma direcção, não um destino.
Obrigado por existir. Sê feliz, livre, tê fé, fica jovem para sempre.
Sabes o meu nome, mas não a minha história.
Ouviste falar das minhas acções, mas não o que passei.
O amor é como o vidro, é excelente, mas quebra facilmente.
O amor é raro, a vida é estranha, nada é para sempre, todo mundo muda.
Cada dia é único, por isso temos de aproveitar. Porque talvez amanhã, vais ter uma doença incurável.
A vida é decepcionante mas só se a tratares assim.
Se alguém te ama, então essa pessoa nunca te vai deixar ficar mal, qualquer que seja a situação.
A vida é cheia de altos e baixos, e sem os baixos, os altos não significam nada.
Espero cair de amores com alguém com quem poderei desempacotar meu coração.
O amor não é encontrar alguém com quem se possa viver a sua vida futura, mas sim encontrar alguém com quem não possamos evitar de estar no futuro.
A vida é um jogo, e o amor é a única recompensa.

Joaquim Silva
2 compartilhamentos

Conseguisse eu não pensar ou pelo menos absolver de mim a presença de quem amo. Dormir e não sonhar todas as noites com o teu abraço, com o teu rosto, com os teus olhos, com o teu perfume, com as tuas mãos entrelaçadas nas minhas, com o teu calor junto ao meu peito.
Pudesse eu acordar todas as manhãs sem sentir o amargo da solidão de sonhos não realizados, o vazio do frio de não puder-te beijar pela manhã.
Pudesse eu controlar os meus sentimentos e não ver-te mesmo antes dos meus olhos se abrirem. Não ver-te diante de mim, bela, doce, carinhosa, amiga, e eu correndo incansável na direcção dos teus braços. Pudesse eu resistir aos meus sentidos e não abrir os olhos e viver este sonho infindávelmente.
Pudesse eu... e os meus olhos não se cobririao da saudade que é este sal que corre pela face.
Pergunto se estamos juntos nalgum sítio, numa outra vida numa outra realidade. Tem de ser verdade de alguma forma, tem de existir num futuro próximo longínquo, ou está saudade já não existiria dentro de mim. Já seria pó e cinza e terra fértil e novos habitantes a cultivavam. Devo ter errado, muito, nalguma palavra, nalgum gesto, sei que o fiz de alguma forma, e quando o fiz foi sempre a tentar fazer o bem, mas tento manter os pés acentes e esperar o melhor. Pois até um relógio sem corda está certo duas vezes por dia.
Se vou adormecer amanha, então porque acordar?
Já nada faz sentido, sem ti falta a outra parte. O tempo, dizem ser o melhor remédio, cura tudo, mas não cura a saudade.
Pudesse eu não ter medo de dormir, para não voltar a acordar...

Joaquim Silva
2 compartilhamentos

Quem és tu que me surgiste na vida sem eu pedir permissão a mim próprio?
Quem és tu que julgo conhecer melhor que a mim?
Quem és tu que tanto esperei sem conhecer?
Quem és tu que espero entre sonhos e vontade?
Quem és tu que um dia sem querer olhei bem fundo nos olhos e abriu o meu coração?
Quem és tu que me atormentas, sem saberes?Dir-me-ás que não és mais que tu e a tua circunstância.
E eu ficarei no mesmo impasse.
Procuro por ti na bruma negra do nevoeiro noturno, como mendigo junto a um rio sem caudal.
Espero por ti na manha fresca de luar acabado.
Espero sem pressa.
Espero por essa pele morena, por esses cabelos negros, por todos os sorrisos.
Espero pelos teus olhos, pelos teus braços, e espero pelas tuas palavras.
As palavras que me enchem a alma, os verbos que me aquecem as mãos frias.
Espero por ti.
Deixa-me entrar no teu mundo, beber do teu copo o mais fino néctar do amor, sorver cada gota do teu ser.
Deambulo no meu imaginário numa paixão que me queima, em palavras incógnitas e dualistas.
Quero perder-me nesse teu universo, embriagar-me e desmaiar nos teus braços
Convida-me a entrar no palácio que ergues com o teu conhecimento.
Anseio os teus lábios que sabem a fruta e a mel.
Deixa-me fazer-te companhia, ate no silêncio, e mesmo no surdo frio te escutarei, voando, embrulhando-me em ti, no teu perfume sedutor e provocante que me desperta os sentidos mais crus, de saber que quero possuir.

Joaquim Silva
1 compartilhamento

Acordei com um nó no coração e a chorar. Como é que se chora ainda a dormir? Não sei mas sei que assim me aconteceu. Lembro cada fragmento, cada imagem do que vi no meu sonho. E ainda me dói agora. Não consigo limpar essa imagem. Tu eras a personagem principal como em todos os meus sonhos ultimamente. Mas neste sonho acabaste com tudo. Com toda a minha alma. E fizeste dela cinza. Arrancaste o meu coração e deste aos cães. Pisaste sem medo sobre os meus sentimentos. Rasgaste, cortaste, amassaste e fizeste lixo de todas as palavras que te tenha dito.
E não consigo apagar o sonho.

Sei que o amor não são palavras. Posso dizer qualquer coisa que o demonstre mas será sempre indiferente para ti.
Quando disse que te queria abraçar falava sério. Mesmo já sabendo que nunca estarias disponível para tal.
Disseste-me um dia que era das melhores pessoas que alguma vez conheceste. Quem me dera não o ser. E assim ter a certeza de te ter ao meu lado neste momento. Aqui e agora. E te poder dar a mão. E sentir o teu perfume. E escutar cada palavra que digas. E ser teu e apenas teu. E assim curar o meu aperto.

Tento fazer desaparecer dentro de mim, este nó que sinto quando vou de encontro à escrita. Mesmo sabendo que apenas me leva de volta ao amor, mas que também me afasta dele. Perdi já a conta as folhas de papel que deitei fora por não terem qualquer sentido, por não serem claras, porque nem tudo o que se escreve tem por vezes as palavras certas, porque por vezes estas palavras são mal utilizadas. Mas em todas elas, em todas essas folhas existe um ponto em comum. Uma pergunta simples, de resposta impossível. “Pergunto, onde está o amor?”

Não sei. Não sei se alguma vez soube. Acredito que por ora não quero saber, e muito menos desejo saber quem sou, nem sei onde me encontrar, nem se quero saber onde me encontrar. Palavras, por muitas que as use serei um idiota, por vezes, por outras talvez um conhecedor da verdade. Custa-me ter razão, e não ter certezas para mim. Custa-me a forma negligenciadora e fútil como os dias passam por mim, olham para a minha vida, e seguem sem terem feito nada por ela.Mas tudo são lições. E com os erros do hoje, vou perceber que o amanhã só pode ser diferente e sempre melhor. Não me martirizo pelos erros, sei que os cometi. Mas aceito-os e olho para eles como meras limitações. Olho para eles com a pretensão de quem deseja um bem maior. O amor…. O amor? O amor existe? Se existe onde esta? Vem de onde? É feito de quê?

Sempre ouvi dizer, sempre li, que o amor existe e esta em tudo, ate no desabrochar de uma rosa, que se abre pela manha de orvalho, libertando o seu nobre perfume. Amor é o nascer do sol em tons de purpura de todas as manhãs. Amor é o esvoaçar majestoso daquela gaivota pesqueira junto ao mar. Mas que sei eu sobre isto?

Quando apareceste, tudo era belo e perfeito. As minhas mãos pousaram calmamente no peito macio, com o dia amanhecer no ritmo certo das conversas, abraços, carinhos embalados por uma música qualquer. Ainda fecho as minhas mãos e ainda sento o toque, mesmo naqueles dias de chuva em que se calam as vozes de quem supostamente sentiu o amor. Ponho de lado as palavras, na esperança que inspiração venha algum dia em minha direcção, não ergo muralhas contra este inimigo, apenas me sento na esperança de me recordar de como noutros tempos me esqueci de outras almas que julguei amar.


De onde vem este sentimento? De onde vem este nó? Que fogo é este que me consome lentamente? Que vontade é esta de correr naquela direcção? Não faço ideia, mas tenho de aceitar. Tenho de viver com todos estes sentimentos e rir e chorar deles. E por fim viver. Mas nunca esquecer. E isso, esquecer, é impossível. Porque a felicidade é momentânea mas o amor, esse é eterno! Mas que posso eu argumentar sobre algo que julgo apenas saber?...

Joaquim Silva
1 compartilhamento

A noite já vai longa, igual a tantas outras, embarco espero o dia acordar. Não por falta de sono, não por falta de cansaço, não por não querer dormir.
A noite já vai longa, como nas outras todas anteriores. Falta me algo. Falta me o calor. Falta me o conforto. Falta me o amor. Faltas me tu.Deito o meu corpo na esperança que se esqueça de ti. Repouso na vontade de esquecer. Deixo me ficar nestes lençóis imóvel e quieto a espera que o tempo me apague as memórias.
Fico deitado nestes lençóis na esperança que se tornem mortalhas de lembranças que teimam em não voar.

Fecho os olhos e fico acordado e acordado sei que vou ficar, a procurar por ti nesta cama vazia de mim, e de ti. Fecho os olhos e vejo te do meu lado, abraçada a mim, aquecendo os teus pés nos meus. Fecho os olhos porque a visão é tão mais bonita, e tão doce, e perfeita. O desejo é grande mas em vão, como seria tão mais fácil eu dormir, apenas por saber que estarias do meu lado. Aquele doce e belo sono de repouso, repositor de todas as forças apenas será possível nos teus braços?

Desejo o, desejo o muito. Tanto como nunca agora. Arde no meu peito, aperta me a respiração, e sinto o sufocar como um grito de raiva preso na garganta.
Não peço mais que isso. E apenas saber que estarias aqui para eu te abraçar seria o suficiente.
Quero dormir repousar e acordar ao teu lado.

Fecho os olhos com a força de quem quer esquecer, mas fazes questão de estar sempre dentro de mim. Dentro da minha visão.
O tempo não passa e o dia já lá vem. Já se sente o céu a clarear. Nesta noite não espero pelo dia na minha varanda, está vento e frio e o ar está salgado de mar. A maresia passeia pelas ruas. Não é que seja desagradável, não é. Mas hoje não. Não.

Espero pelo tempo nestas mortalhas. Esperando pelo momento em que te materializas por obra do sagrado bem aqui do meu lado. Repousando o teu rosto nesta leve almofada vazia aqui na minha beira.
Aí o quanto eu te desejo...
Apenas dormir abraçado a ti. Sentir o teu calor, sentir o teu coração a pulsar. E acordar te com um beijo. Aí quanto o desejo.
Apenas a ti. Apenas a ti. Apenas a ti.
Aqui do meu lado nesta noite eterna.

Durmo por fim sem ti a meu lado, num corpo sem alma, num espaço sem fado.

Joaquim Silva
1 compartilhamento

Nascemos todos com vontade de amar. Ser amado é secundário. Prejudica o amor que muitas vezes o antecede. Um amor não pode pertencer a duas pessoas, por muito que o queiramos. Cada um tem o amor que tem, fora dele. É esse afastamento que nos magoa, que nos põe doidos, sempre à procura do eco que não vem. Os que vêm são bem-vindos, às vezes, mas não são os que queremos. Quando somos honestos, ou estamos apaixonados, é apenas um que se pretende.
Tenho a certeza que não se pode ter o que se ama. Ser amado não corresponde jamais ao amor que temos, porque não nos pertence. Por isso escrevemos romances — porque ninguém acredita neles, excepto quem os escreve.
Viver é outra coisa. Amar e ser amado distrai-nos irremediavelmente. O amor apouca-se e perde-se quando se dá aos dias e às pessoas. Traduz-se e deixa de ser o que é. Só na solidão permanece.

Joaquim Silva

Hoje sonhei, como em muitas noites anteriores, contigo. Numa vida normal, cheia de monotonia, horas de silêncios, longos momentos de sofá e TV, mas onde conseguia que te apaixonasses por mim a cada dia. No sonho- tinhas saído do teu emprego, por que sempre lutaras e que te ocupava muito do teu dia, e estavas a beber um café de final de tarde com uma amiga tua, eu fui ter contigo depois de sair do meu trabalho, e voltamos juntos para casa, conversamos o caminho todo sem silêncios, ouvia-te a falar do teu trabalho, dos clientes dos projectos novos. ouvindo sempre com o maior dos prazeres. Em casa fui fazer o jantar enquanto te refugiavas nuns esquissos do trabalhos. Jantamos e de seguida tomamos um banho juntos. Enrroscámo-nos os dois na cama e enquanto dormias no meu peito eu olhava para ti acariciando os teus cabelos, e puxava as mantas para garantir que não tinhas frio. Acordavas levemente e sorrias, sabendo que não te podia dar mais que já te estava a dar, estava a oferecer-te o meu coração, o meu amor por ti...Mas,um sonho que se sonha só, é apenas um sonho que se sonha só, enquanto que um sonho que se sonha em conjunto é realidade.
Sei que não sonhas o mesmo que eu. Mas estas visões são tão reais que fazem de mim teimoso, teimoso no bom sentido, com um objectivo claro e definido, dar te tudo o que mereces, amor puro, e a condição de te sentires amada a cada dia.
A casa com fachada de ardósia, a larga lareira onde passamos os dias de ócio, o jardim que cuido com agrado todos os domingos de manhã, a pérgula onde passamos as tardes de sábado sentados a ver as rosas brotarem.
Podia imaginar tudo isto noutra altura com outros elementos, mas nunca sem te ter como personagem principal...
Será só um sonho?...
Que seja, mas foi bonito, e gostei.

Joaquim Silva
1 compartilhamento

Não há terra sólida para além do chão que pisas,
Não há mar além do teu universo.
Sem ti não há luar nem sol,
sem ti não há manhã nem madrugada.
Sem ti não há céu nem azul dos oceanos.
Sem ti não há fumo nem fogo.
Sem ti não há verdade nem mentira.
Sem ti não há hoje nem amanhã.
Sem ti nada disto vale a pena.

Joaquim Silva

A ti desejo o olhar,
A ti desejo o beijo,
Por ti me dou sem olhar.
A ti me dou sem pensar.
A ti quero dar o que não daria a ninguém.
Ser teu sem olhar a meios.
Dar o espaço que é teu.
Perder e ser feliz.

Joaquim Silva

Escrevi o teu nome em todas as ruas,
Nas janelas dos prédios velhos.
Nos marcos vermelhos ferrugentos do correio
Nos vazos de gereberas pendurados á porta das senhoras velhas.
As paredes todas tem o teu nome.
Á medida que avanço a tua ausência vai aumentando.
E eu apenas peço que haja um um pombo.
Uma ave que te entregue um pequeno recado.
Que ate chegar a ti percorra céu, mar, montanhas,
pequenas aldeias, grandes metrópoles.
Que demore o tempo que tiver de demorar.
Mas que te entregue um recado.
"Tenho Saudades Tuas"

Joaquim Silva

Tenho o teu cheiro impregnado na alma.
Não vale a pena disfarçar.
Não vale a pena tentar disfarçar.
Não existe mais nada aqui.
Apenas o sabor amargo da tua distância.
Como naqueles dias em que acordamos com o deserto na boca.
Não existe mais nada aqui.
Apenas um lugar vazio nesta cama.
Aqui do meu lado.
Não estas comigo, mas eu abraço-te como se estivesses.

Joaquim Silva

Tenho saudades de ti. Saudades dos nossos momentos... Saudades dos nossos momentos bons e dos maus também. Tenho saudades das nossas conversas sem pés nem cabeça. Tenho saudades dos nossos passeios, viagens sem destino, e lugares que eram só nossos, das paisagens que eram só tuas, da tua sobra no areal a caminhar junto com a minha. Da nossa vida nada parecida, do teu sorriso quando dizias algo engraçado, da tua cara de ódio, quando mesmo sem querer eu te irritava.



Saudades do meu intenso amor por ti, único e todo errado, das nossas manhãs, tardes, noites e madrugadas. Das horas longas de silencio, das esperas, e dos teus olhos de surpresa, quando te surpreendia. Tenho saudades do meu ciúme com fundamento e sem fundamento também. Saudades dos teus medos e da maneira que eu tentava cuidar deles. Saudades da maneira como tu te preocupavas comigo, saudades da tua franqueza e seriedade, que me dava força para ser forte. Saudades do nosso primeiro beijo e do último também.

Joaquim Silva

Solto uma lágrima quando te vejo ao longe...
Sorrio com o coração a bater sem controlo...
És tu que vens ao meu encontro,
És tu que vens dar-me aquele abraço tão desejado.
Quero sentir o calor dos teus lábios,
O teu sabor, a tua língua a brincar com a minha...
Quero sentir-te a estremecer com o contacto do meu corpo no teu...
Quero gravar na minha mente todos os segundos que estamos juntos...
Deixas-me sem forças...
Quero gritar de felicidade mas a voz não sai...
Quero ficar para sempre contigo
E viver o que estou a sentir...
Quero-te a ti, muito meu amor...
Quero que sejas só meu até ao fim dos meus dias...
Quero-te só para mim, quero-te tanto...

Joaquim Silva

Nada te posso dar que já não exista em ti mesmo, não te posso abrir outro mundo de imagens,além daquele que está na tua própria alma,nada te posso dar a não ser a oportunidade,o impulso,a chave..eu ajudo a tornar visível o mundo o nosso próprio mundo e isso é tudo,todos temos por onde sermos desprezíveis ,mas onde se deve procurar as liberdade é nos sentimentos!!!esses e que são a essência viva da alma. O amor é uma infinidade de ilusões que serve de analgésico para a alma, cada vez mais me convenço que cada um tem o amor que merece,e eu mereço muito mais ,por tudo o que me fez chegar até aqui,agora usar este método estóico de prover as nossas necessidades suprimindo os nossos desejos ,é como cortar os pés quando precisamos dos sapatos,beijo.

Joaquim Silva

A Maturidade

A maturidade nos faz perceber que não podemos mudar os fatos.
A maturidade faz parte de um processo. Em um processo não podemos queimar etapas. Ele é lento, chato e demorado. Uma criança passa por um momento de amadurecimento a partir do momento que começa a brincar. A maturidade acontece, quando tomamos posse do que nós somos, para aí então poder nos dividir com os outros. Isso faz parte do processo de maturidade.
Não nascemos amando, pelo contrário, queremos ter a posse dos outros. Essa é a forma de amar da criança, pois ela não consegue pensar de maneira diferente. Ela não consegue entender que o outro não é ela. Quantas pessoas já adultas pensam assim, trata-se da incapacidade de amar, falta de maturidade.
Todos os encontros de Jesus levam a implantação do Reino de Deus. Mas só pode implantar esse reino quem é adulto, que já entende que só se começa a amar a partir do momento, que eu não quero mudar quem eu amo.
Geralmente quando tememos alguém ruim ao nosso lado, é porque nos reconhecemos naquela pessoa. Jesus não tinha o que temer porque era puramente bom, por isso contagiava os que estavam ao seu lado. Na maturidade de Jesus você encontra a capacidade imensa de amar o outro como ele é. Amar significa: amar o outro como ele é. Por isso quando falamos em amar os outros, podemos perceber o quanto deixamos de ser crianças. Devemos nos questionar a todo o momento quanto a nossa maturidade. A santidade começa na autenticidade.
Por isso Jesus nos pede para ser como as crianças, que são verdadeiras e simples. É nisso que devemos manter da nossa infância e não a forma de possuir as coisas para si.
Você tem condições para perceber a sua maturidade. É só observar se você é obediente mesmo quando não há pessoas ao seu redor. Você não precisa que ninguém te observe, pois você já viu aquilo como um valor. Pessoas imaturas sofrem dobrado. Pessoas imaturas querem modificar os fatos, pessoas maduras deixam que os fatos os modifiquem. A maturidade nos faz perceber que não podemos mudar os fatos. Um imaturo ganha um limão e o chupa fazendo careta. O maduro faz uma limonada com o limão que ganhou. Muitas vezes os nossos relacionamentos de amizade são uns fracassos porque somos imaturos. Amigos não são o que imaginamos, mas o que eles são e com todos os defeitos.
Amizade é processo de maturidade que nos leva ao verdadeiro encontro com as pessoas que estão ao nosso lado. Elas têm todos os defeitos, mas fazem parte da nossa vida e não a trocamos por nada deste mundo. Isso porque temos alma de cristão e aquele que tem alma de cristão não tem medo dos defeitos dos outros, porque sabe que aqueles defeitos não serão espelhos para nós, mas seremos um instrumento de Deus para ele superar esse defeito.Padre só pode ser padre a partir do momento que é apaixonado pelos calvários da humanidade. Se você não consegue lidar com os limites dos outros, é porque você não consegue lidar com os seus limites.
A rejeição é um processo de ver-se. Toda vez que eu quero buscar no outro o que me falta, eu o torno um objeto. Eu posso até admirar no outro o que eu não tenho em mim, mas eu não tenho o direito de fazer do outro uma representação daquilo que me falta. Isso não é amor, isso é coisa de criança. O anonimato é um perigo para nós. É sempre bom que estejamos com pessoas que saibam quem somos nós e que decisões nós tomamos na vida. É sempre bom estarmos em um lugar que nos proteja. Amar alguém é viver o exercício constante, de não querer fazer do outro o que a gente gostaria que ele fosse. A experiência de amar e ser amado é acima de tudo a experiência do respeito.
Como está a nossa capacidade de amar? Uma coisa é amar por necessidade e outra é amar por valor. Amar por necessidade é querer sempre que o outro seja o que você quer. Amar por valor é amar o outro como ele é, quando ele não tem mais nada a oferecer, quando ele é um inútil e por isso você o ama tanto. Na hora que forem embora as suas utilidade, você vai saber o quanto é amado. Tudo vai ser perdido, só espero que você não se perca. Enquanto você não se perder de si mesmo você será amado, pois o que você é significa muito mais do que você faz.O convite da vida cristã é esse: que você possa ser mais do que você faz! ”

Padre Fábio de Melo
1.2 mil compartilhamentos