Coleção pessoal de jeanmarcelomaul

1 - 20 do total de 47 pensamentos na coleção de jeanmarcelomaul

Uma brisa suave bateu em meu rosto quando eu olhava fixamente você
Foi tão leve a carícia do vento
Aqueceu seu olhar por dentro
Cintilou fortemente uma luz
No céu um raio
A brisa suave em tempestade se tornou
O nosso olhar lentamente em fúria de amor e desejo virou
Se foi a tormenta do tempo
Mas a tormenta em mim de te engolir ficou.(Jean Marcelo Maul)

Jean Marcelo Maul

- Onde está Deus? Pergunta o cientista,
Ninguém O viu jamais. Quem Ele é?
Responde às pressas, o materialista:
- Deus é somente uma invenção da fé!

O pensador dirá, sensatamente:
- Não vejo Deus, mas sinto que Ele existe!
A natureza mostra claramente
Em que o poder do Criador consiste.

Mas o poeta dirá, com segurança
De quem afirma porque tem certeza:
- Eu vejo Deus no riso da criança,
No céu, no mar, na luz da natureza!

Contemplo Deus brilhando nas estrelas
No olhar das mães fitando os filhos seus,
Nas noites de luar claras e belas,
Que em tudo pulsa o coração de Deus!

Eu vejo Deus nas flores e nos prados,
Nos astros a rolar pelo Infinito,
Escuto Deus na voz dos namorados,
E sinto Deus na lágrima do aflito!

Percebo Deus na frase que perdoa,
Contemplo Deus na mão que acaricia
Escuto Deus na criatura boa
E sinto Deus na paz e na alegria!

Eu vejo Deus no médico salvando,
Pressinto Deus na dor que nos irmana.
Descubro Deus no sábio procurando
Compreender a natureza humana!

Eu vejo Deus no gesto da bondade,
Escuto Deus nos cânticos do crente.
Percebo Deus no sol, na liberdade
E vejo Deus na planta e na semente!

Eu vejo Deus, enfim, por toda parte.
Que tudo fala dos poderes seus,
Descubro Deus nas expressões da Arte,
No amor dos homens também sinto Deus!

Mas onde eu sinto Deus com mais beleza,
Na sua mais sublime vibração,
Não é no coração da natureza,
É dentro do meu próprio coração.

José Soares Cardoso

O Espanhol é um idioma para ser dito na horizontal: "Te Quiero".

Jean Marcelo Maul

Atos são pássaros engaiolados, sentimentos são pássaros em vôo.

Jean Marcelo Maul

Somos donos de nossos atos, mas não donos de nossos sentimentos.

Jean Marcelo Maul

Continuarei a lutar por um Ser Humano diferente; uns ficarão com o peso da sua maldade! Eu ficarei com o peso do Amor!

Jean Marcelo Maul

Verzweifle nicht im unglück! Es ist gar oft ein unentbehrlicher übergang zum dauernden glück. (Não desanimes no infortúnio! Em muitos casos este é um caminho inevitável para a felicidade permanente).

Jean Marcelo Maul

Einen fehler begangen zu haben und ihn nicht korrigiren: erst das ist ein fehler. ( Cometer um erro e não o corrigir: Só então é um erro).

Jean Marcelo Maul

Wende deim gesicht der sonne zu, dann fallen alle schatten hinter dich. (Contemple o sol, então as sombras cairão de ti).

Jean Marcelo Maul

Lesen gefährdet die dummheit. (A leitura ameaça a estupidez).

Jean Marcelo Maul

Lass deine schuhe nie schneller laufen als deine füsse. ( Nunca deixes teus sapatos correrem mais depressa do que teus pés).

Jean Marcelo Maul

A natureza do homem é a mesma, são os seus hábitos que os mantém separados.

Jean Marcelo Maul

Illusion: zu schön, um wahr zu sein. Realität: zu wahr um schön zu sein. ( Ilusão: Muito bonita para ser verdadeira. Realidade: Muito verdadeira para ser bonita).

Jean Marcelo Maul

Die würde eines mannes besteht nicht darin, dass er geehrt wird, sondern dass er die ehre verdient hat. ( A grandeza de um homem não consiste em receber homenagens, mas merecê-las.

Jean Marcelo Maul

Procuro pessoas que adoram vencer, se não as encontrar, contratarei as que odeiam perder.

Jean Marcelo Maul

O Mundo não está interessado nas tempestades que encontraste. Quer saber se trouxeste o navio.

Jean Marcelo Maul

Um punhado de paciência vale mais do que um barril de talento.

Jean Marcelo Maul

Todo Poeta sendo um grande sonhador... acredita no improvável. E o improvável é tudo aquilo que acreditamos alcançar um dia.

Jean Marcelo Maul

....Amar é se ir morrendo pela vida afora.

Jean Marcelo Maul

Ora, (direis) ouvir estrelas! Certo, perdeste o senso! E eu vos direi, no entanto, que, para ouví-las, muita vez desperto e abro a janela, pálido de espanto...

Jean Marcelo Maul