Coleção pessoal de felipetrombim

1 - 20 do total de 29 pensamentos na coleção de felipetrombim

De repente

de repente a gente veste
a própria pele
e de repente a gente gosta
de repente o nosso cabelo é lindo
nossos traços únicos,
nossas medidas, nossa idade,
de repente tudo isso é confortável
de repente a nossa mente
não é a mais sã,
mas de repente, tá tudo bem

de repente o mundo
é maior que o espelho
e que a opinião alheia
de repente a gente tá só,
mas de repente a gente se basta
se confia, se cuida
e se conhece
e tá nas melhores mãos

de repente a vida é breve,
mas de repente o tempo
é a gente quem faz
e um, dez ou os quinze minutos
que sobram da hora do almoço
valem o dia ou o mês
de repente a gente respira
e se percebe respirando
e esvazia a mente
de repente a gente vive o hoje

de repente a gente é forte
e já tá pronto para o que vier
de repente a gente
não precisa estar pronto
porque a vida surpreende

de repente a gente acorda
(pra vida) e entende
que nada é de repente
que tudo é processo,
que tudo soma, transforma
e tudo acaba
inevitavelmente
inclusive aquele poema bonito
que de repente
você parou pra ler

- Felipe Trombim

Felipe Trombim
Tags: repente amor

Conquista dores


não achava certo isso
de ter que matar
um leão por dia

mudou de tática:
agora, ela os tira pra dançar

Felipe Trombim
Tags: conquistar dores

Soneto suposto saber

Ouvi ser dito que em algum lugar
Seriam forças as nossas fraquezas
Que o vulnerável tem mais que beleza:
Sabedoria a quem possa enxergar

Escolhi, sonhador, acreditar
E deixar pra trás as minhas certezas
Fazer das dúvidas minha riqueza
Não punir falhas, mas sim abraçar

Esse lugar o chamo de futuro
Começam a romper os velhos muros
E uma nobre humildade a renascer

Mais vale uma verdade que se acabe
Ser livre pra saber que não se sabe
E o que se acha saber, reaprender

Felipe Trombim

Lascivo mundo novo (trecho)

(...)

e há de ser compartilhada
a poesia lasciva
orgânica, instintiva
da dança entre vida e morte
sagrado e profano
há de ser compartilhada
entre todos os corpos
e bocas e olhos
e mãos e peles

a dança
sem medo
ou segredo
desregrada
improvisada
descompassada
movimentos cálidos
o experimento é válido
sem pressa nem pressão
sem fórmula nem instrução
nada é errado, tudo é errante
desejos saciados, deleite extasiante

há de ser este o advento
de um aguardado
renascimento
a inaugurar admiráveis
mundos novos

Felipe Trombim

Fantasmas e onde habitam

quando criança
desbravando o mundo
a gente acha
que tem fantasmas
debaixo da nossa cama

depois de alguns anos
desbravando a si mesmo
a gente tem certeza
que tem fantasmas
debaixo do nosso tapete

Felipe Trombim
1 compartilhamento
Tags: fantasmas criança

Zumbi

Parte deste meu ser
Sente sede de ideias
O sabor do saber
Me sacia e norteia

Onde encontro, demoro
Fico e logo devoro

Felipe Trombim
1 compartilhamento

Excessos

tudo que é demais
faz mal, é verdade,
inclusive realidade

Felipe Trombim
1 compartilhamento
Tags: excessos demais

Lado B

Quero provar do fruto proibido
Abrir a caixa sem que o mal eu tema
Viver os dias sem estratagemas
Juntar pedaços meus adormecidos

Quero da lua o lado escurecido
Flertar com o que eu via ser problema
Brindar ao deus do vinho com poemas
Olhar-me no reflexo renascido

E assim derrubar fortes e castelos
Exércitos armados pra duelos
Em que garantem ordem em excesso

Do trono comedido então abdico
Busco escrever capítulos mais ricos
Dizendo sim à vida, sem regresso

Felipe Trombim
1 compartilhamento

Evolução

muito tempo se passou
muito caos antes de qualquer ordem
muitos sóis morreram
enquanto outros nasciam
muitas rochas se chocaram
contra os corpos primeiros
nutrindo-os e os lapidando
muito instinto foi extinto
antes de haver razão
muito sangue derramado
na chamada evolução

muito tempo se passou
somos corpos de bilhões de anos
conquistamos liberdade
tamanha que nos aprisiona
conhecemos cifras astronômicas
para buscarmos vida lá fora
porque não aprendemos
a olhar a vida que há dentro
buscamos vida lá fora
que ainda se possa cativar
e para que talvez
nos ensine um pouco
de empatia e humanidade

Felipe Trombim
1 compartilhamento
Tags: evolução tempo

Quimeras

encontrar nos céus
na imensidão
do infinito pleno
a dimensão diminuta
de cada problema vão e terreno

encontrar no íntimo
transformação
edificante e tamanha
que transborda, transcende
as entranhas mais estranhas

encontrar nos versos
mansidão
magia etérea
de lavar a alma
e pulsar em cada artéria

Felipe Trombim
1 compartilhamento
Tags: quimera infinito

Convite

sua historia de vida
comigo divida
seja a poesia
a pousar nos meus dias

Felipe Trombim
1 compartilhamento
Tags: convite história

Janela

via pela janela
a vida acontecer
lhe parecia bela
custou a perceber:

a beleza estava nela

Felipe Trombim
1 compartilhamento

Naufragar é preciso

É preciso cair
É preciso sentir
É preciso chorar
É preciso gritar
É preciso sangrar
É preciso errar

É preciso mudar
amar, mergulhar
voar

É preciso escrever
ser, crescer
aprender

É preciso ir além
É preciso perder
e perder também
o fôlego e o juízo
É preciso se perder
Naufragar é preciso

Felipe Trombim
2 compartilhamentos

A bolha

Queimem os livros e os museus
O que eu não creio, não aconteceu

Onde há cultura, vejo ameaça
Quem segue a massa não será caça

Criaremos crimes pra combatê-los
Meu deus mandou, melhor temê-lo

Por um bem maior, tudo faremos
Ódio e excessos, depois oremos

A ignorância fez sua escolha
Sou patriota, eu amo a bolha

Felipe Trombim
1 compartilhamento

Saiu para entrega

Cansada dos limites
Da zona de conforto
E de uma vida morna
- Que tanto lhe nega

Aceitou o convite
Para um caminho torto
Disse que não retorna
- Saiu para entrega

Felipe Trombim
1 compartilhamento

Bem vindo


Siga a voz do povo que é quem determina
O certo, o errado e a vontade divina

Um comprimido pra concordar
Ou excluído você vai ficar

Bem vindo ao clube das pessoas normais
Pegue suas regras e não fique pra trás
Troque de roupa, de emprego e de deus
Você é livre pra pensar como os meus

Bem vindo ao clube das pessoas iguais
Exorcizamos os seus ideais

Felipe Trombim
1 compartilhamento

Da poesia

É como olhar as estrelas
Nos campos a céu aberto
Lá onde incontáveis delas
Parecem luzir mais perto

É se deixar seduzir
Pela infinita desordem
Reaprender a sentir
Antes que as razões acordem

Felipe Trombim
1 compartilhamento
Tags: poesia estrelas

Passagem

É que eu já tinha feito as malas
e as carregava
pesadas, pesadas
e tinha comprado a passagem
só de ida
sem mapas nem norte
certo de que o incerto
seria um lugar melhor

Só que de repente você veio
e veio com sua arte:
leve, leve
de lavar a alma
que tão logo fiz de casa

E eu que ia fui ficando
me despindo das bagagens
e pouco a pouco
pena a pena
você me deu asas
e me ensinou um novo olhar:
do alto, eu pude ver pequenos
os problemas todos
você me comprou passagem
só de vida
e eu aprendi
gratidão

Felipe Trombim
1 compartilhamento

Se busca ser original em suas ideias, deve ouvir o seu silêncio e traduzí-lo sem filtros. Não será fácil, eu garanto, mas este é o caminho.

Felipe Trombim
1 compartilhamento
Tags: original ideias

Herdeiro do mundo

Bens, possuía todos.
Conhecia todos os lugares
E as pessoas mais importantes.
Era herdeiro do mundo.
Poderia comprar as estrelas
E mandar embrulhar
- Bastava-lhe desejar.
Gozava de perfeita saúde
Provinda do mais caro elixir.
Sua infinita beleza
Abrira-lhe todas as portas
E também os portões dos céus
- Onde tomara o posto de deus.

Quando à noite, só,
Permitia-se para si olhar,
Procurava sem encontrar
Em seu sorriso sinceridade.
Não compreendia sua insatisfação.
Faltava-lhe uma dificuldade,
Faltava-lhe o não,

Faltava-lhe a falta.

Felipe Trombim
1 compartilhamento