Infelizmente, a depressão é uma doença que ainda é bastante negligenciada pela maioria das pessoas, apesar de ser considerada do século XXI, de tantas pessoas que são afetadas.
A falta de informação é o principal problema e o que torna difícil a compreensão sobre o que se passa na cabeça da pessoa deprimida.

Você pode fazer muitas coisas para tentar ajudar, mas definitivamente NÃO DEVE DIZER nenhuma das frases abaixo!  

1. Você já deveria estar se sentindo melhor… Precisa se esforçar mais!

Homem triste

Por mais força de vontade que o depressivo possa ter em querer mudar e enxergar o mundo diferente, não podemos esquecer que não se trata de um momento de tristeza normal, mas sim de uma doença séria.

E, assim como qualquer outra doença, a pessoa deprimida precisa de um acompanhamento profissional para tentar superar o seu estado.

Como agir? Ofereça ajuda para procurar um médico e acompanhe a pessoa deprimida durante as primeiras sessões para que ela possa se sentir mais confiante e segura.

2. Não se preocupe, apenas olhe o lado positivo das coisas!

Menina triste

Errado! Ao fazer esta afirmação você está ignorando totalmente os sentimentos, medos e preocupações que perturbam a estabilidade da pessoa com depressão.

Como agir? Respeite as emoções da pessoa e faça com que ela entenda a necessidade de procurar um acompanhamento médico para lidar com esses sentimentos.

3. Escute o meu conselho…

Mãe reconfortando filha

Por melhor que seja a sua intenção, dar conselhos e dicas com base na sua experiência de vida não vai ajudar em nada. Aliás, muito pelo contrário, pode piorar o sentimento de tristeza e vazio da pessoa.

Como agir? Você ajudará muito mais se for um bom ouvinte, deixando a pessoa confortável para abrir o coração e compartilhar todos os medos, anseios e emoções que sente. Sem julgamentos e repreensões, apenas ouça.

4. Olhe a sua volta! Você não tem motivos para estar triste!

Menina deprimida e amigas

A última coisa que a pessoa deprimida precisa é que desvalorizem os seus sofrimentos. Além do mais, é provável que ela se sinta culpada por não conseguir aproveitar as coisas boas que tem na vida...

Como agir? Novamente: apoie e não faça críticas. Use frases de incentivo, como: “você não está só” ou “pode contar sempre comigo”, por exemplo.

5. Não se queixe, pois existem pessoas passando por situações piores…

mulher sendo consolada por outra

O sentimento de impotência e tristeza é maior quando a pessoa percebe que não consegue superar uma dor aparentemente “simples”, enquanto que outras, supostamente, conseguem ultrapassar situações bem mais “difíceis”. Assim, o depressivo se sente ainda mais fraco, incapaz e inseguro de si mesmo.

Como agir? Não faça comparações! Entenda que cada indivíduo percebe e vive as situações e emoções de diferentes modos. Não tente pôr as pessoas no mesmo saco ou usar as mesmas medidas para todos. Como dito anteriormente, procure ouvir e ser compreensível com o sentimento do próximo, mesmo que para você o problema da pessoa não pareça ser tão significativo.

6. Não é motivo para ficar triste. Você é muito sensível!

Mulher triste_homem irritado

Ao “culpar” a pessoa por ser “demasiada sensível” para saber lidar com determinado assunto, você está triplicando o peso das emoções negativas e derrotistas que ela já carrega.

A depressão não se trata de nenhuma característica da personalidade de alguém para ser comparado com a sensibilidade. A depressão é um problema sério e, dependendo do estágio, o indivíduo pode perder totalmente a vontade de viver, cometendo o suicídio como solução para deixar de se sentir “culpado” pela sua condição.

Como agir? Nunca desencoraje a pessoa com depressão. Valorize todas as qualidades e não deixe de mostrar a sua disponibilidade e total apoio em tudo o que ela precisar.

7. Na minha época não existia isso de depressão

Na minha epoca nao existia isso

Historicamente, pessoas são diagnosticada com depressão desde a década de 50. E mesmo antes disso, a doença já existia mas, por ter muitas variáveis, não era encarada como doença. Ou seja: a não ser que você tenha mais de um século de vida, esta afirmação não é verdadeira, e pior: não ajuda em nada a pessoa depressiva.

Como agir? Procure compreender que ninguém fica depressivo por querer e não é uma questão de “época”. Se você não se sente preparado para lidar com o assunto, apenas incentive a procura por ajuda profissional. Já ajuda bastante.

8. Tudo passa!

Tudo passa

É claro que passa, mas até lá a pessoa com depressão continua sofrendo. Para alguém que está neste estado, pode ser muito difícil imaginar-se em um futuro mais estável e feliz. Quando dizem “tudo passa”, apenas soa como se o assunto não fosse importante o suficiente para ser discutido, afinal, é só “deixar passar”. Infelizmente, não é bem assim.

Como agir? Em vez de usar frases genéricas e conselhos fáceis, que qualquer um poderia dizer. Procure mostrar que se importa ouvindo, fazendo perguntas específicas e, no pior dos casos, apenas diga “eu sinto muito, mas olha… não precisa passar por isso sozinha (o)”.

9. Você sumiu, não liga mais pra mim

Voce nao liga mais pra mim

Um dos sintomas mais comuns da depressão é o afastamento e isolamento. A pessoa simplesmente não tem vontade de interagir, porque tarefas simples como manter uma conversa podem ser muito dolorosas. Isso absolutamente quer dizer que ela não ligue pra você.

Como agir? Evite ao máximo cobranças desse tipo. Saiba que este é o momento de VOCÊ tomar a iniciativa e manter-se por perto da pessoa com depressão, a fim de fazê-la sentir-se apoiada e acolhida. Faça um esforço para isso.

10. Mas você é (ou era) tão sorridente e feliz!

Você era tão sorridente

Ao contrário do que o imaginário social diz, nem sempre uma pessoa depressiva está sempre pelos cantos, chorando, e abatida. Depressão não tem uma cara. E mesmo que uma pessoa aparentemente feliz de repente pareça triste demais, lembre-se: é uma doença como qualquer outra e, até que seja tratada, as emoções (e fisionomias) podem estar fora de controle.

Como agir? Experimente tentar, de formas simples e mesmo temporárias, lembrar a pessoa depressiva de como o é sorrir e sentir-se bem. Qualquer coisa que possa reaver essa sensação vai deixar ambos satisfeitos: às vezes, apenas uma conversa basta.

11. Você é forte, vai conseguir superar isso

Você é forte

Basta pensar um pouco: a pessoa ter um caráter forte não significa que o cérebro dela vai automaticamente entender que isso basta para “superar” tudo. Afinal, de novo: é uma doença. E isso quer dizer que alguma coisa ali na mente não está funcionando bem e, sem ajuda profissional, torna-se muito mais difícil a recuperação.

Como agir? Em vez de pressionar pessoas depressivas por uma “força interior” que supostamente todos temos, diga que estará ali para apoiá-la quando ela precisar desabar e que espera que logo ela possa sentir-se melhor.

12. Eu também tenho depressão às vezes

Eu também fico deprimido

De repente, “estar deprimido” tornou-se uma coisa banal. Especialmente na internet, não é raro a gente ouvir alguém dizer que está “deprê”. E, apesar de mais de 11 milhões de brasileiros serem afetados pela depressão, não é uma doença que vai e volta, assim, como gripe. É coisa séria, pode durar anos e causar sofrimentos maiores do que uma simples “bad”.

Como agir? Reconheça que às vezes você fica triste, mas que sabe que isso não se compara a ter uma doença como depressão. Mostre-se compreensivo ao fato de que pode ser algo complicado vencer a doença.

13. Toma cuidado para não viciar nos remédios

Nao vicia nos remedios

Há este mito urbano de que pessoas com depressão tomam remédios que as deixam grogues, como zumbis e que podem viciar. Isso não é verdade. Muitas pessoas deixam de se tratar ou procurar ajuda médica por “medo de ficarem viciadas em remédio”, mas o consenso científico geral diz que um tratamento adequado nunca trará qualquer tipo de vício em substâncias lícitas.

Como agir? Informe-se. Evite reproduzir ditos populares sobre a depressão. Não desencoraje a busca por ajuda médica baseado em razões “da sua cabeça”.

14. Tenha fé em Deus que ele vai te curar

Tenha fe em Deus

Uma religião e fé em Deus pode ser um dos fatores positivos a ajudar uma pessoa depressiva em recuperação, mas só isso não basta: é preciso tratamento específico. Deixar de tratar depressão no médico por “fé” em Deus é o mesmo que deixar de ir ao hospital depois de sofrer um acidente. Uma mãozinha humana nesses momentos é necessária.

Como agir? Você pode até dizer isso, mas não só. Complemente a frase com um incentivo prático à pessoa depressiva que possa ajudá-la efetivamente na cura, por exemplo: sair para tomar um sol e pegar um ar é extremamente benéfico.

15. Mas você é tão jovem!

Voce é jovem

Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Aliás, pode até ter, negativamente: ultimamente a depressão tem atingido cada vez mais jovens. Ser jovem, ter vitalidade, energia e disposição não livra ninguém de ser acometido por doenças e dizer isso apenas pode deixar a pessoa ainda mais desconfortável em não estar aproveitando toda a sua “juventude”, quando na verdade nem é sua culpa.

Como agir? Diga que lamenta que tal situação esteja acontecendo, mas que está disposta (o) a ajudar no que for preciso para a pessoa recuperar toda a energia de viver. No fim, ser solidário e compreender a doença são duas das coisas mais importantes que você poderá fazer por alguém com depressão.