Benigno Moises Matavele

Cerca de 1126 frases e pensamentos: Benigno Moises Matavele

O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

Paulo de Tarso
1.4 mil compartilhamentos

Lembremo-nos que no universo há um grande e benigno poder, que é capaz de abrir caminho onde não há caminho.

Martin Luther King
138 compartilhamentos

O amor é paciente, é benigno; o amor ñ arde em ciúmes, ñ se orgulha, ñ se ensoberbece,
Ñ se conduz inconvenientemente, ñ procura os seus intereces, ñ se exaspera, ñ se resente do mal;

Deus

Esperar por um amor não correspondido pode trazer a frustração.

Benigno
122 compartilhamentos

A ausencia de alguem de quem gostamos nos traz aquilo que chamamos de Saudade.

Benigno
25 compartilhamentos

Na felicidade e nos elogios conhecemo-nos todos, mas na amargura e nas criticas e onde nós conseguimos ver quem são os nossos melhores amigos.por isso valorize a cada pessoa independentemente dos seus defeitos, valorize essa pessoa nos momentos de tristeza assim como nos momentos de alegria,quem isso fizer nesses momentos estara a mostrar que um verdadeiro amigo.

Benigno
15 compartilhamentos

a vida é um ciclo de oportunidades maravilhosas portanto não fique jogamdo fora essas oportunidades que a vida lhe oferece,aquele que não aproveita essas oportunidades ja mais tera essa chance.

Benigno

O amor é paciente e benigno, não arde em ciúmes; o amor não se ufana, não se ensoberbece; O amor não é rude nem egoísta, não se exaspera e não se ressente do mal. O amor não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade. Está sempre pronto para perdoar, crer, esperar e suportar o que vier.

Nicholas Sparks
1.1 mil compartilhamentos

Imagine o filho que você quer ter, para imaginar o pai que você deve ser

Moisés Doxos
317 compartilhamentos

A gente corre que nem loco contra os outros espermatozóides só pra viver isso?

- sentindo-se decepcionado.

Moises Bertges
26 compartilhamentos

Números 3

A tribo de Levi

1 Esta é a história da descendência de Arão e de Moisés quando o Senhor falou com Moisés no monte Sinai.
2 Os nomes dos filhos de Arão são Nadabe, o mais velho, Abiú, Eleazar e Itamar.
3 São esses os nomes dos filhos de Arão, que foram ungidos para o sacerdócio e que foram ordenados sacerdotes.
4 Nadabe e Abiú, entretanto, caíram mortos perante o Senhor quando lhe trouxeram uma oferta com fogo profano, no deserto do Sinai. Como não tinham filhos, somente Eleazar e Itamar serviram como sacerdotes durante a vida de Arão, seu pai.5 O Senhor disse a Moisés:
6 "Mande chamar a tribo de Levi e apresente-a ao sacerdote Arão para auxiliá-lo.
7 Eles cuidarão das obrigações próprias da Tenda do Encontro, fazendo o serviço do tabernáculo para Arão e para toda a comunidade.
8 Tomarão conta de todos os utensílios da Tenda do Encontro, cumprindo as obrigações dos israelitas no serviço do tabernáculo.
9 Dedique os levitas a Arão e a seus filhos; eles serão escolhidos entre os israelitas para serem inteiramente dedicados a Arão.
10 Encarregue Arão e os seus filhos de cuidar do sacerdócio; qualquer pessoa não autorizada que se aproximar do santuário terá que ser executada".
11 Disse também o Senhor a Moisés:
12 "Eu mesmo escolho os levitas entre os israelitas em lugar do primeiro filho de cada mulher israelita. Os levitas são meus,
13 pois todos os primogênitos são meus. Quando feri todos os primogênitos no Egito, separei para mim mesmo todo primogênito de Israel, tanto entre os homens como entre os rebanhos. Serão meus. Eu sou o Senhor".
14 E o Senhor disse ainda a Moisés no deserto do Sinai:
15 "Conte os levitas pelas suas famílias e seus clãs. Serão contados todos os do sexo masculino de um mês de idade para cima".
16 Então Moisés os contou, conforme a ordem que recebera do Senhor.
17 São estes os nomes dos filhos de Levi: Gérson, Coate e Merari.
18 São estes os nomes dos clãs gersonitas: Libni e Simei.
19 São estes os nomes dos clãs coatitas: Anrão, Isar, Hebrom e Uziel.
20 E estes são os nomes dos clãs meraritas: Mali e Musi. Foram esses os líderes dos clãs levitas.
21 A Gérson pertenciam os clãs dos libnitas e dos simeítas; eram esses os clãs gersonitas.
22 O número de todos os que foram contados do sexo masculino, de um mês de idade para cima, foi 7.500.
23 Os clãs gersonitas tinham que acampar a oeste, atrás do tabernáculo.
24 O líder das famílias dos gersonitas era Eliasafe, filho de Lael.
25 Na Tenda do Encontro os gersonitas tinham a responsabilidade de cuidar do tabernáculo, da tenda, da sua cobertura, da cortina da entrada da Tenda do Encontro,
26 das cortinas externas do pátio, da cortina da entrada do pátio que rodeia o tabernáculo e o altar, das cordas, e de tudo o que estava relacionado com esse serviço.
27 A Coate pertenciam os clãs dos anramitas, dos isaritas, dos hebronitas e dos uzielitas; eram esses os clãs coatitas.
28 O número de todos os do sexo masculino, de um mês de idade para cima, foi 8.600. Os coatitas tinham a responsabilidade de cuidar do santuário.
29 Os clãs coatitas tinham que acampar no lado sul do tabernáculo.
30 O líder das famílias dos clãs coa­titas era Elisafã, filho de Uziel.
31 Tinham a responsabilidade de cuidar da arca, da mesa, do candelabro, dos altares, dos utensílios do santuário com os quais ministravam, da cortina e de tudo o que estava relacionado com esse serviço.
32 O principal líder dos levitas era Eleazar, filho do sacerdote Arão. Ele tinha a responsabilidade de supervisionar os encarregados de cuidar do santuário.
33 A Merari pertenciam os clãs dos malitas e dos musitas; eram esses os clãs meraritas.
34 O número de todos os que foram contados do sexo masculino, de um mês de idade para cima, foi 6.200.
35 O líder das famílias dos clãs meraritas era Zuriel, filho de Abiail; eles tinham que acampar no lado norte do tabernáculo.
36 Os meraritas tinham a responsabilidade de cuidar das armações do tabernáculo, de seus travessões, das colunas, das bases, de todos os seus utensílios e de tudo o que estava relacionado com esse serviço,
37 bem como das colunas do pátio ao redor, com suas bases, suas estacas e suas cordas.
38 E acamparam a leste do tabernáculo, em frente da Tenda do Encontro, Moisés, Arão e seus filhos. Tinham a responsabilidade de cuidar do santuário em favor dos israelitas. Qualquer pessoa não autorizada que se aproximasse do santuário teria que ser executada.
39 O número total de levitas contados por Moisés e Arão, conforme a ordem do Senhor, segundo os clãs deles, todos os do sexo masculino, de um mês de idade para cima, foi 22.000.
40 E o Senhor disse a Moisés: "Conte todos os primeiros filhos dos israelitas, do sexo masculino, de um mês de idade para cima e faça uma relação de seus nomes.
41 Dedique a mim os levitas em lugar de todos os primogênitos dos israelitas e os rebanhos dos levitas em lugar de todas as primeiras crias dos rebanhos dos israelitas. Eu sou o Senhor".
42 E Moisés contou todos os primeiros filhos dos israelitas, conforme o Senhor lhe havia ordenado.
43 O número total dos primeiros filhos do sexo masculino, de um mês de idade para cima, relacionados pelo nome, foi 22.273.
44 Disse também o Senhor a Moisés:
45 "Dedique os levitas em lugar de todos os primogênitos dos israelitas e os rebanhos dos levitas em lugar dos rebanhos dos israelitas. Os levitas serão meus. Eu sou o Senhor.
46 Para o resgate dos primeiros 273 filhos dos israelitas que excedem o número de levitas,
47 recolha sessenta gramas de prata, com base no peso padrão do santuário, que são doze gramas.
48 Entregue a Arão e aos seus filhos a prata para o resgate do número excedente de israelitas".
49 Assim Moisés recolheu a prata para o resgate daqueles que excederam o número dos levitas.
50 Dos primeiros filhos dos israelitas ele recolheu prata no peso de quase dezesseis quilos e meio, com base no peso padrão do santuário.
51 Moisés entregou a Arão e aos filhos dele a prata para o resgate, conforme a ordem que recebera do Senhor.

Bíblia
Inserida por 1bibliasagrada
1 compartilhamento

Números 26

O segundo recenseamento

1 Depois da praga, o Senhor disse a Moisés e a Eleazar, filho do sacerdote Arão:
2 "Façam um recenseamento de toda a comunidade de Israel, segundo as suas famílias; contem todos os de vinte anos para cima que possam servir no exército de Israel".
3 Nas campinas de Moabe, junto ao Jordão, frente a Jericó, Moisés e o sacerdote Eleazar falaram com eles e disseram:
4 "Façam um recenseamento dos homens de vinte anos para cima", conforme o Senhor tinha ordenado a Moisés.
Estes foram os israelitas que saíram do Egito:
5 Os descendentes de Rúben, filho mais velho de Israel, foram: de Enoque, o clã enoquita; de Palu, o clã paluíta;
6 de Hezrom, o clã hezronita; de Carmi, o clã carmita.
7 Esses foram os clãs de Rúben; foram contados 43.730 homens.
8 O filho de Palu foi Eliabe,
9 e os filhos de Eliabe foram Nemuel, Datã e Abirão. Estes, Datã e Abirão, foram os líderes da comunidade que se rebelaram contra Moisés e contra Arão, estando entre os seguidores de Corá quando se rebelaram contra o Senhor.
10 A terra abriu a boca e os engoliu juntamente com Corá, cujos seguidores morreram quando o fogo devorou duzentos e cinquenta homens, que serviram como sinal de advertência.
11 A descendência de Corá, contudo, não desapareceu.
12 Os descendentes de Simeão segundo os seus clãs foram: de Nemuel, o clã nemuelita; de Jamim, o clã jaminita; de Jaquim, o clã jaquinita;
13 de Zerá, o clã zeraíta; de Saul, o clã saulita.
14 Esses foram os clãs de Simeão; havia 22.200 homens.
15 Os descendentes de Gade segundo os seus clãs foram: de Zefom, o clã zefonita; de Hagi, o clã hagita; de Suni, o clã sunita;
16 de Ozni, o clã oznita; de Eri, o clã erita;
17 de Arodi, o clã arodita; de Areli, o clã arelita.
18 Esses foram os clãs de Gade; foram contados 40.500 homens.
19 Er e Onã eram filhos de Judá, mas morreram em Canaã.
20 Os descendentes de Judá segundo os seus clãs foram: de Selá, o clã selanita;
de Perez, o clã perezita; de Zerá, o clã zeraíta.
21 Os descendentes de Perez foram: de Hezrom, o clã hezronita; de Hamul, o clã hamulita.
22 Esses foram os clãs de Judá; foram contados 76.500 homens.
23 Os descendentes de Issacar segundo os seus clãs foram: de Tolá, o clã tolaíta;
de Puá, o clã punita;
24 de Jasube, o clã jasubita; de Sinrom, o clã sinronita.
25 Esses foram os clãs de Issacar; foram contados 64.300 homens.
26 Os descendentes de Zebulom segundo os seus clãs foram: de Serede, o clã seredita; de Elom, o clã elonita; de Jaleel, o clã jaleelita.
27 Esses foram os clãs de Zebulom; foram contados 60.500 homens.
28 Os descendentes de José segundo os seus clãs, por meio de Manassés e Efraim, foram:
29 Os descendentes de Manassés: de Maquir, o clã maquirita (Maquir foi o pai de Gileade); de Gileade, o clã gileadita.
30 Estes foram os descendentes de Gileade: de Jezer, o clã jezerita; de Heleque, o clã helequita;
31 de Asriel, o clã asrielita; de Siquém, o clã siquemita;
32 de Semida, o clã semidaíta; de Héfer, o clã heferita.
33 (Zelofeade, filho de Héfer, não teve filhos; teve somente filhas, cujos nomes eram Maalá, Noa, Hogla, Milca e Tirza.)
34 Esses foram os clãs de Manassés; foram contados 52.700 homens.
35 Os descendentes de Efraim segundo os seus clãs foram: de Sutela, o clã sutelaíta; de Bequer, o clã bequerita; de Taã, o clã taanita.
36 Estes foram os descendentes de Sutela: de Erã, o clã eranita.
37 Esses foram os clãs de Efraim; foram contados 32.500 homens. Esses foram os descendentes de José segundo os seus clãs.
38 Os descendentes de Benjamim segundo os seus clãs foram: de Belá, o clã belaíta; de Asbel, o clã asbelita; de Airã, o clã airamita;
39 de Sufã, o clã sufamita; de Hufã, o clã hufamita.
40 Os descendentes de Belá, por meio de Arde e Naamã, foram: de Arde, o clã ardita; de Naamã, o clã naamanita.
41 Esses foram os clãs de Benjamim; foram contados 45.600 homens.
42 Os descendentes de Dã segundo os seus clãs foram: de Suã, o clã suamita.
Esses foram os clãs de Dã,
43 todos eles clãs suamitas; foram contados 64.400 homens.
44 Os descendentes de Aser segundo os seus clãs foram: de Imna, o clã imnaíta;
de Isvi, o clã isvita; de Berias, o clã beriaíta;
45 e dos descendentes de Berias: de Héber, o clã heberita; de Malquiel, o clã malquielita.
46 Aser teve uma filha chamada Sera.
47 Esses foram os clãs de Aser; foram contados 53.400 homens.
48 Os descendentes de Naftali segundo os seus clãs foram: de Jazeel, o clã jazeelita; de Guni, o clã gunita;
49 de Jezer, o clã jezerita; de Silém, o clã silemita.
50 Esses foram os clãs de Naftali; foram contados 45.400 homens.
51 O número total dos homens de Israel foi 601.730.
52 Disse ainda o Senhor a Moisés:
53 "A terra será repartida entre eles como herança, de acordo com o número dos nomes alistados.
54 A um clã maior dê uma herança maior, e a um clã menor, uma herança menor; cada um receberá a sua herança de acordo com o seu número de recenseados.
55 A terra, porém, será distribuída por sorteio. Cada um herdará sua parte de acordo com o nome da tribo de seus antepassados.
56 Cada herança será distribuída por sorteio entre os clãs maiores e os menores".
57 Estes foram os levitas contados segundo os seus clãs: de Gérson, o clã gersonita; de Coate, o clã coatita; de Merari, o clã merarita.
58 Estes também eram clãs levitas: o clã libnita; o clã hebronita; o clã malita;
o clã musita; o clã coreíta. Coate foi o pai de Anrão;
59 o nome da mulher de Anrão era Joquebede, descendente de Levi, que nasceu no Egito. Ela lhe deu à luz Arão, Moisés e Miriã, irmã deles.
60 Arão foi o pai de Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar.
61 Mas Nadabe e Abiú morreram quando apresentaram uma oferta com fogo profano perante o Senhor.
62 O total de levitas do sexo masculino, de um mês de idade para cima, que foram contados foi 23.000. Não foram contados junto com os outros israelitas porque não receberam herança entre eles.
63 São esses os que foram recenseados por Moisés e pelo sacerdote Eleazar quando contaram os israelitas nas campinas de Moabe, junto ao Jordão, frente a Jericó.
64 Nenhum deles estava entre os que foram contados por Moisés e pelo sacerdote Arão quando contaram os israelitas no deserto do Sinai.
65 Pois o Senhor tinha dito àqueles israelitas que eles iriam morrer no deserto, e nenhum deles sobreviveu, exceto Calebe, filho de Jefoné, e Josué, filho de Num.

Bíblia
Inserida por 1bibliasagrada
1 compartilhamento

Números 31

A vingança contra os midianitas

1 O Senhor disse a Moisés:
2 "Vingue-se dos midianitas pelo que fizeram aos israelitas. Depois disso você será reunido aos seus antepassados".
3 Então Moisés disse ao povo: "Armem alguns dos homens para irem à guerra contra os midianitas e executarem a vingança do Senhor contra eles.
4 Enviem à batalha mil homens de cada tribo de Israel".
5 Doze mil homens armados para a guerra, mil de cada tribo, foram mandados pelos clãs de Israel.
6 Moisés os enviou à guerra, mil de cada tribo, juntamente com Fineias, filho do sacerdote Eleazar, que levou consigo objetos do santuário e as cornetas para o toque de guerra.
7 Lutaram então contra Midiã, conforme o Senhor tinha ordenado a Moisés, e mataram todos os homens.
8 Entre os mortos estavam os cinco reis de Midiã: Evi, Requém, Zur, Hur e Reba. Também mataram à espada Balaão, filho de Beor.
9 Os israelitas capturaram as mulheres e as crianças midianitas e tomaram como despojo todos os rebanhos e bens dos midianitas.
10 Queimaram todas as cidades em que os midianitas haviam se estabelecido, bem como todos os seus acampamentos.
11 Tomaram todos os despojos, incluindo pessoas e animais,
12 e levaram os prisioneiros, homens e mulheres, e os despojos a Moisés, ao sacerdote Eleazar e à comunidade de Israel, em seu acampamento, nas campinas de Moabe, frente a Jericó.
13 Moisés, o sacerdote Eleazar e todos os líderes da comunidade saíram para recebê-los fora do acampamento.
14 Mas Moisés indignou-se contra os oficiais do exército que voltaram da guerra, os líderes de milhares e os líderes de centenas.
15 "Vocês deixaram todas as mulheres vivas?", perguntou-lhes.
16 "Foram elas que seguiram o conselho de Balaão e levaram Israel a ser infiel ao Senhor no caso de Peor, de modo que uma praga feriu a comunidade do Senhor.
17 Agora matem todos os meninos. E matem também todas as mulheres que se deitaram com homem,
18 mas poupem todas as meninas virgens.
19 "Todos vocês que mataram alguém ou que tocaram em algum morto ficarão sete dias fora do acampamento. No terceiro e no sétimo dia vocês deverão purificar a vocês mesmos e aos seus prisioneiros.
20 Purifiquem toda roupa e também tudo o que é feito de couro, de pelo de bode ou de madeira."
21 Depois o sacerdote Eleazar disse aos soldados que tinham ido à guerra: "Esta é a exigência da lei que o Senhor ordenou a Moisés:
22 Ouro, prata, bronze, ferro, estanho, chumbo
23 e tudo o que resista ao fogo, vocês terão que passar pelo fogo para purificá-los, mas também deverão purificá-los com a água da purificação. E tudo o que não resistir ao fogo terá que passar pela água.
24 No sétimo dia lavem as suas roupas, e vocês ficarão puros. Depois, poderão entrar no acampamento".

Repartição dos despojos

25 O Senhor disse a Moisés:
26 "Você, o sacerdote Eleazar e os chefes das famílias da comunidade deverão contar todo o povo e os animais capturados.
27 Dividam os despojos pelos guerreiros que participaram da batalha e o restante da comunidade.
28 Daquilo que os guerreiros trouxeram da guerra, separem como tributo ao Senhor um de cada quinhentos, sejam pessoas, bois, jumentos, ovelhas ou bodes.
29 Tomem esse tributo da metade que foi dada como porção a eles e entreguem-no ao sacerdote Eleazar como a porção do Senhor.
30 Da metade dada aos israelitas, escolham um de cada cinquenta, sejam pessoas, bois, jumentos, ovelhas ou bodes. Entreguem-nos aos levitas, encarregados de cuidar do tabernáculo do Senhor".
31 Moisés e o sacerdote Eleazar fizeram como o Senhor tinha ordenado a Moisés.
32 Os despojos que restaram da presa tomada pelos soldados foram 675.000 ovelhas,
33 72.000 cabeças de gado,
34 61.000 jumentos
35 e 32.000 mulheres virgens.
36 A metade dada aos que lutaram na guerra foi esta: 337.500 ovelhas,
37 das quais o tributo para o Senhor foram 675;
38 36.000 cabeças de gado, das quais o tributo para o Senhor foram 72;
39 30.500 jumentos, dos quais o tributo para o Senhor foram 61;
40 16.000 pessoas, das quais o tributo para o Senhor foram 32.
41 Moisés deu o tributo ao sacerdote Eleazar como contribuição ao Senhor, conforme o Senhor tinha ordenado a Moisés.
42 A outra metade, pertencente aos israelitas, Moisés separou da dos combatentes;
43 essa era a metade pertencente à comunidade, com 337.500 ovelhas,
44 36.000 cabeças de gado,
45 30.500 jumentos
46 e 16.000 pessoas.
47 Da metade pertencente aos israelitas, Moisés escolheu um de cada cinquenta, tanto de pessoas como de animais, conforme o Senhor lhe tinha ordenado, e os entregou aos levitas, encarregados de cuidar do tabernáculo do Senhor.
48 Então os oficiais que estavam sobre as unidades do exército, os líderes de milhares e os líderes de centenas foram a Moisés
49 e lhe disseram: "Seus servos contaram os soldados sob o nosso comando, e não está faltando ninguém.
50 Por isso trouxemos como oferta ao Senhor os artigos de ouro dos quais cada um de nós se apossou: braceletes, pulseiras, anéis-selo, brincos e colares; para fazer propiciação por nós perante o Senhor".
51 Moisés e o sacerdote Eleazar receberam deles todas as joias de ouro.
52 Todo o ouro dado pelos líderes de milhares e pelos líderes de centenas que Moisés e Eleazar apresentaram como contribuição ao Senhor pesou duzentos quilos.
53 Cada soldado tinha tomado despojos para si mesmo.
54 Moisés e o sacerdote Eleazar receberam o ouro dado pelos líderes de milhares e pelos líderes de centenas e o levaram para a Tenda do Encontro como memorial, para que o Senhor se lembrasse dos israelitas.

Bíblia
Inserida por 1bibliasagrada
1 compartilhamento

Pensamentos
As palavras são o reflexo do que pensamos, por isso devemos ter cuidado ao pronuncia-las
elas para alem de trazer alegria e muita felicidade, podem tambem trazer a infelicidade dos outros, por isso pense antes de falar.(Benigno Moises Matavele)

o Sábio não é aquele que retem muito conhecimento na mente, mas sim e aquele que usufrui para a resolução de problemas.(Benigno Moises Matavele)

A melhor maneira de conquistar o mudno é ser amoroso para com os proximos.(Benigno Moises Matavele)

Benigno Moises Matavele

19-11-08

Benigno Moises Matavele
Inserida por Benigno

o Uso da expressao o amor
Bom demais quando sabemos que somos amados sem nenhum fingimento,sem pena...
Melhor ainda quando sabemos que somos amados pelo o que somos nao pelo que temos...
ser amado pelo que somos é muito bom,por vezes achamos que amamos demais a certas pessoas ou dizemos com as nossas palavras que lhe amamos, mas no fundo nao passa de uma simples palavra, o amor pode ser dito mas nao posto em pratica...po-lo em pratica é fazelo de uma maneira visivel de modo que todos possam ver e que possam tambem usar a mesma tecnica....alguns de nos como seres humanos costuma-mos a usar o termo AMOR em teoria, mas em pratica infelizmente poucos o conseguem por em pratica....

Amo-te na teoria, no falar No dizer no escrever,mas na pratica Amo-te e quase nao visivel essa palavra...Mas qual o motivo disso?
os motivos sao varios uns dos exemplos que posso dar na minha opiniao e que vezamos o seguinte:as pessoas dizem tal coisa quando estao numa situação nao dificil isso quer dizer que, quando nao ha problemas ou conflitos tudo esta otimo, mas notaremos que nas dificuldas no aperto na distançia e que veremos que muitas das vezes que muitos se afastam ou nao poem em pratica aquilo que eles proprio disseram...esse um dos motivos isso para dizer que no aperto e onde se conhece quem ama ou ao outro, na alegria dificilmente saberemos se isso e uma realidade...

Benigno Moises Matavele
5-1-09 Segunda-feira

Benigno Moises Matavele
Inserida por Benigno
1 compartilhamento

As Palavras que expresso

As minhas palavras que eu expresso-as são palavras vindas do fundo do coração com muito sentimento, independentemente de serem palavras tristes, mas são atraves delas que eu me entro em contacto com o mundo, são atraves delas que compreendo que nós todos somos diferentes,são atraves delas que faço transbordar os meus sentimentos sejam eles tristes ou alegres, não importa se elas sao tristes, mas o que importa e que elas expressam um sentimento...As palavras ou as pequenas frases que eu as expresso nem sempre consistem da minha sabedoria mas consistem do poder da Criação divina, Ha quem ri e dê gargalhadas pensando e dizendo que essas palavras não passam das minhas proprias ideias, mas eu digo nem tudo o que eu escrevo ou o que eu expresso consistem das minhas ideias mas consitem do poder Divino...Por vezes elas podem consistir nas minhas proprias ideias mas nem sempre sou eu as que penso ou idealizo para poder expressa-lo...
Não passo apenas de um pequeno aprendiz Ha quem possa dizer que sou um profissional mas digo mais uma vez que sou apenas um aprendiz...
OS Grandes Poetas São aqueles que não sabem que são poetas.
Quinta-Feira
15-1-09 Benigno Moises Matavele

Benigno Moises Matavele
Inserida por Benigno
1 compartilhamento

Cidadania é um vírus benigno, pelo qual a sociedade brasileira não se deixa inocular!

Eticamicina5mg
38 compartilhamentos

O amor é: Benigno, Paciente,
não é orgulhoso nem prepotente.
Tudo crê, tudo suporta.
Acredite o amor existe, e se
você crê e esperar,
Deus te dará!.

Jeferson gomes da Silva

Foi necessário, para que se conhecesse a virtude de Moisés, que o povo de Israel estivesse escravizado no Egito; para que se conhecesse a grandeza de Ciro, que os Persas estivessem oprimidos pelos Medas; e para se conhecer o valor de Teseu, que os atenienses estivessem dispersos – assim, presentemente, querendo-se conhecer o valor de um príncipe italiano, seria necessário que a Itália chegasse ao ponto em que se encontra agora. Que estivesse mais escravizada do que os Hebreus, mais oprimida do que os Persas, mais desunida que os atenienses, sem chefe, sem ordem, batida, espoliada, lacerada, invadida, e que houvesse, enfim, suportado toda sorte de calamidades.

Vê-se que a Itália roga a Deus envie alguém que a redima dessas crueldades e insolências dos estrangeiros. Vê-se, ainda, que se acha pronta e disposta a seguir uma bandeira, uma vez que haja quem a levante.

Niccolò Machiavelli in O Principe

Maquiavel

Você já se perguntou o por que de Moisés ter recebido os dez mandamentos no deserto e não numa praia ou num lago? O que há no deserto?
NADA! E esta é a chave. Num deserto nada nasce ou cresce, tudo passa sem deixar marcas.
A lição é que devemos deixar a mágoa e a dor simplesmente passarem. Uma pessoa espiritual sabe que é a causa de tudo que lhe acontece e não o efeito. Ninguém pode lhe fazer nada, pois você mesmo criou sua realidade através de suas palavras e ações.
Quando você guarda rancor, ressentimento ou culpa, não vê que a essência de perdoar está no entendimento de que na verdade não há nada para ser perdoado. Ninguém tem culpa pelos seus problemas.
Tudo de negativo na sua vida é o efeito de uma semente negativa plantada anteriormente. A única maneira de remover essas sementes é deixar o passado para trás e confiar na Luz do Criador.

Yehuda Berg
52 compartilhamentos