Bárbara Castilho Vilarubia

Encontrados 5 pensamentos de Bárbara Castilho Vilarubia

Alma, eu lamento tanto por você estar assim, você está sombria e machucada, isolada dentro de mim. Eu derramo lágrimas por você. Por favor, não tire o brilho dos meus olhos, não faça com que meus lábios percam a cor, não deixe minha face serena demais. Não quero que as pessoas notem o quanto estou acabada. Alma, chore, grite, faça o que quiser, mas em meu interior, por favor, não faça nada comigo por fora, eu sei que a culpa foi minha, eu não queria isso pra você. Meu coração ainda bate. Quando ele parar você vai estar livre querida alma, e eu estarei também. O tempo ruim vai passar e vamos estar curadas. Eu não queria que você estivesse tão triste e apagada dessa forma, mas não há como impedir.Alma, imploro que me perdoe. Alma, arrume uma forma de curar-se. Alma, não me destrua por fora. Alma, me concerte. Alma, adormeça e não me cause mais dor, eu não sou mais capaz de suportar tudo isso. Alma, cure as feridas que encontram-se dentro de mim, não deixe nenhum arranhão, e se possível durma até que possamos estar curadas, até meu coração parar de bater, durma, enquanto essa dor nos persegue.

Bárbara Castilho Vilarubia
Inserida por barbaracastilho
1 compartilhamento

Se estiver com a intenção de me deixar, me deixa lógo, por favor. Some da minha vida, antes que eu me apegue à você.

Bárbara Castilho Vilarubia
Inserida por barbaracastilho
1 compartilhamento

Me diz que não vai me deixar, não agora que eu estou perdidamente apaixonada por você. Não vai agora, eu estou completamente dependente de você. Não me deixa. Não sai do meu lado.

Bárbara Castilho Vilarubia
3 compartilhamentos

Não tinha paciência com absolutamente nada, não chorava, odiava pessoas melosas, tinha total controle sobre seus sentimentos, vivia batendo as portas, dava socos em seu travesseiro, se estressava à toa. Não se apegava, não criava expectativas. Não se magoava, apenas magoava os outros. Tinha um coração de concreto, ou melhor, talvez nem tinha um coração. Tudo era assim, e pra ela continuaria sendo. Até que um dia isso mudou. A tal sem coração se apaixonou, no começo ela tentava contrariar ela mesma, mentia pra ela mesma e dizia que isso era bobagem e que iria passar. Não passou. Hoje ela é a garota mais frágil que existe. Perto dos outros ela sorri, mas quando está sozinha chora muito. Pede por socorro, mas usa o travesseiro para abafar seus pedidos. Ela tenta, mas não é a mesma. Ela chora, sofre, desconta toda a angustia que sente, nela mesma. Tudo por conta de estar apaixonada, tudo por conta de ter entregue seu coração para alguém, e esse alguém o destruiu. Quem diria. O mundo realmente dá voltas.

Bárbara Castilho Vilarubia
Inserida por barbaracastilho
1 compartilhamento

Quando você lembrar de mim, tenta sorrir, pelo menos uma vez. Quando você ouvir meu nome, faz um esforçinho pra lembrar de todos os momentos que vivemos. Faz um esforçinho pra lembrar de mim todas as vezes que você ouvir aquela música. Quando você for no mercado e ver chocolate branco, lembra de mim, lembra que você adorava chocolate branco e eu só te comprava preto. Por favor, tenta pensar em mim e sorrir, pelo menos uma vez. É que as vezes me sinto tão idiota por lembrar de você e sorrir a todo momento. E eu só queria que você fizesse isso, pelo menos uma vez.

Bárbara Castilho Vilarubia
Inserida por barbaracastilho
1 compartilhamento